nsc
dc

Clima

Estiagem continua, mas chuva de abril já é o dobro de março no Oeste de Santa Catarina

Na região de Florianópolis e Serra a chuva foi fraca e preocupa

15/04/2020 - 17h08 - Atualizada em: 15/04/2020 - 17h44

Compartilhe

Darci
Por Darci Debona
Barragem que abastece Chapecó transbordou na terça-feira
Chuva de abril recuperou a barragem Engenho Braun, no Lajeado São José, em Chapecó
(Foto: )

As chuvas da primeira quinzena de abril não recuperam o déficit dos últimos 12 meses mas ajudaram a região onde a situação era mais crítica, que era o Oeste. Em 15 dias já choveu 80 milímetros na região, mais do que o dobro da precipitação de março, que foi de 37,8 milímetros, em 30 dias. Os dados são do Centro de Informações de Recursos Ambientais e Hidrometeorologia da Epagri. Lembrando que a chuva de março foi apenas 25% do esperado no mês, que era de 148,6 milímetros.

Dados de chuva do Ciram/Epagri
Em março choveu apenas 25% do esperado no Oeste
(Foto: )

Dados de chuva da Epagri
Chuva de abril foi boa no Oeste mas fraca em algumas regiões
(Foto: )

Com a melhora na precipitação de abril o abastecimento de Chapecó, que estava em situação crítica, com manobras de registro, acabou normalizando. A barragem do Lajeado São José, que estava com 10% da capacidade, subiu 2,40 metros e transbordou na terça-feira.

Em Concórdia, onde estava sendo transportada água para mais de 60 propriedades, nesta quarta-feira restavam poucos pedidos, segundo a assessoria de comunicação da prefeitura.

No Oeste faltam apenas 33 milímetros em 15 dias para atingir a média de abril, que é de 113 milímetros. No Extremo Oeste, onde choveu 84,9 milímetros, faltam 39,4 milímetros para atingir a média, que é de 124,3 milímetros. Mas, para o hidrologista do Ciram/Epagri, Guilherme Miranda, não é o bastante.

- A previsão é de pouca chuva para esta segunda quinzena de abril. Talvez chegue a média, mas não recupera o atrasado, a falta de chuva nos meses anteriores. Consequentemente não ocorre a reposição de água no solo para recarregar o lençol freático e os aquíferos. Com isso os rios ficam mais baixos e os poços profundos vão secando também – afirmou Miranda.

Águas Frias, no Oeste, continua recebendo água de caminhão pipa, que é abastecido em Nova Erechim. O motivo é que os poços que abastecem a cidade não se recuperaram.

Além disso, nesta quinta-feira, onze estações de medições de rios do Ciram/Epagri estavam em situação de alerta ou emergência pela estiagem. Entre elas duas estações em Concórdia e as demais em Taió, São João Batista, Camboriú, Rio Negrinho, Tangará, São Martinho, Alfredo Wagner, Otacílio Costa e Chapadão do Lajeado.

Aliás a chuva de abril que foi boa no Oeste ainda foi muito fraca em outras regiões como na Grande Florianópolis, onde só choveu 14,7 milímetros, na região Serrana, com 22 milímetros e, no Litoral Norte, com 20 milímetros.

Infográfico mostra como o coronavírus age no corpo humano

Colunistas