nsc
dc

Safra

Estiagem provoca perda de 7,7% no milho e 4,2% na soja 

SC terá que importar mais milho para atender a demanda das criações de aves, suínos e bovinos

05/02/2020 - 18h18

Compartilhe

Darci
Por Darci Debona
Produção de milho em SC deve cair 7,7%
Falta de chuva vai provocar uma perda de 200 mil toneladas de milho segundo o Cepa/Epagri
(Foto: )

A falta de chuva em algumas regiões do estado vai provocar uma perda de 7,7% na produção de milho, 4,2% na produção de soja e 3,2% na safra de feijão, segundo dados divulgados nesta semana pela secretaria de Agricultura do Estado.

De acordo com a doutora em economia do Centro de Socieconomia e Planejamento Agrícola da Epagri, Gláucia Padrão, a região mais atingida é o Meio-Oeste do Estado, entre Campos Novos e Curitibanos.

- Em algumas propriedades foram registradas perdas significativas, de 60 a 70%, pois teve pouca chuva. Mas há regiões em que as perdas são menores. Essas perdas não devem aumentar pois 15% do milho já foi colhido e 60 a 70% já está pronto para colher – avaliou a economista do Cepa/Epagri.

Ela destacou que esse volume de perdas também não impacta nos preços, pois o volume que o estado importa de outras regiões e países é muito grande, próximo de quatro milhões de toneladas. As perdas são de cerca de 200 mil toneladas no cereal, que tinha uma previsão inicial de 2,75 milhões de toneladas e agora tem uma previsão de 2,5 milhões de toneladas. No ano passado foram colhidos 2,79 milhões de toneladas na primeira safra.

Na soja a perda é de cerca de 100 mil toneladas, passando de 2,5 milhões de toneladas para 2,4 milhões de toneladas. Mesmo assim a produção deve ser maior que as 2,35 milhões de toneladas do ano passado, devido a um aumento da área plantada.

No feijão a redução será de 71,2 mil toneladas para 66,4 mil toneladas.

Deixe seu comentário:

Últimas notícias

Loading interface... Todas de Economia

Colunistas