nsc
    nsc

    Ibagy 50 anos

    “Eu fiquei admirada por ser o dono da empresa ali”: Tereza Rigo foi surpreendida pelo fundador da Ibagy na entrevista de emprego

    Imobiliária catarinense transmite o espírito familiar até mesmo para os novos colaboradores

    15/09/2020 - 13h33

    Compartilhe

    Estúdio
    Por Estúdio NSC
    ibagy
    (Foto: )

    Os dias que para maioria são de descanso, para Tereza Rigo, no setor de eventos, eram de trabalho. Sábados, domingos e feriados eram as datas que ela mais precisava estar presente, além dos dias de semana. No setor comercial, Tereza atendia clientes, era responsável pelos contratos e supervisionava a equipe durante a execução do evento para garantir que tudo ocorresse conforme o planejado.

    Formada em Automação de Escritório e Secretariado Executivo, foram aproximadamente nove anos de trabalho dedicados à área de eventos, sem horário definido, sem saber se poderia planejar uma viagem, uma ida ao aniversário de uma amiga ou até mesmo uma gravidez. Tereza, então, decidiu mudar a sua rotina, que por um tempo foi prazerosa, mas se desgastou com os horários indefinidos e raros dias de descanso.

    — Eu dizia que eu não tinha vida própria porque as pessoas combinavam alguma coisa comigo e eu nunca podia marcar nada, porque eu nunca sabia quando ia surgir um evento. Eu também tinha a intenção de ter um filho e trabalhando com eventos, sem horário, era complicado engravidar — esclarece Tereza, que pediu demissão.

    A ex-chefe pediu para que tirasse férias e pensasse melhor sobre o assunto. Tereza aceitou, mas já estava decidida que queria um novo trabalho, que valorizasse também sua vida pessoal. Durante este período, a ex-chefe pediu para que Tereza entregasse a nota fiscal para um cliente de um evento realizado antes das suas férias. O que Tereza não imaginava era que, neste mesmo dia iria entregar o seu currículo na empresa que trabalha há 15 anos.

    — Dentro da pasta de trabalho tinha alguns currículos que durante as férias tinha feito para começar a distribuir. Na volta da empresa, eu pensei em deixar meu currículo na Ibagy. Na época, tinha que subir dois lances de escada. Antes de entrar, eu desisti e pensei que seria mais um para jogar no lixo. Voltei, desci e quando cheguei na frente do prédio senti vontade de voltar. Pensei: não custa deixar, podem entregar para o RH e eu consigo uma vaga — explica.

    Até que, em uma quinta-feira à tarde, do ano de 2005, por voltas das 16h, recebeu uma ligação da Ibagy para uma entrevista na Agência Continente, no Estreito, a primeira sede própria da imobiliária. O encontro ficou marcado com o Seu Ady, que Tereza só foi descobrir pessoalmente que se tratava do presidente da empresa.

    — Eu fiquei admirada por ter o dono da empresa me entrevistando. Eu já sabia da história da empresa, e ia ter orgulho de trabalhar nela. Nesse primeiro encontro, ele já me passou a impressão de que eu iria trabalhar numa empresa familiar, ética, muito clara e que tem os princípios que tenho — relata Tereza, que hoje é Supervisora de Renovações e Negociações de todas as agências Ibagy, e que também conseguiu realizar a profissão “Mãe”, que tanto sonhava.

    Frente a frente com Seu Ady

    Seu Ady José Ibagy, que fundou a imobiliária em setembro de 1970, entrevista todos os candidatos, independente do cargo. A gerente de RH, Danielle Piccini, explica que o processo seletivo é baseado em seleção por competência e que inclui diversas etapas, entre testes, dinâmica de grupo, entrevistas com ela, com a assistente de recrutamento e seleção, além de conversas com o gerente da área e com a Luciane Ibagy, filha do Seu Ady. Por fim, o candidato segue para a entrevista final, frente a frente com o presidente.

    — O ponto principal da entrevista do Seu Ady é identificar e validar no candidato as características e valores que estão alinhadas com os da empresa, que preza pelo ambiente familiar. Tem essa cultura de família, de se ajudar, de desenvolver sentimentos e envolvimento. Então nesse momento é isso que está em avaliação — explica Danielle.

    Essa entrevista personalizada faz com que os colaboradores entendam e conheçam a verdadeira essência da Ibagy. Régiton Amaral, que é Captador de Imóveis, no setor comercial da Ibagy há 1 ano e meio, conta que foi surpreendido positivamente pela empresa.

    — Não é à toa que vem sendo eleita como umas das melhores empresas para se trabalhar na região. Ao ser entrevistado pelo Seu Ady ficou claro que iria trabalhar em uma empresa que valoriza e que tem muito respeito e consideração pelos seus colaboradores. Em 25 anos no mercado de trabalho, era a primeira vez que o dono da empresa me entrevistava — afirma.

    Melhor empresa para trabalhar em Santa Catarina

    As conquistas da Ibagy comprovam as histórias e trajetórias dos colaboradores. A empresa alcançou o 1º lugar no ranking de “Melhores Empresas para Trabalhar em Santa Catarina” (2014) na categoria com mais de 100 e menos de 1 mil funcionários, pelo Great Place To Work (GPTW), grupo internacional que atua em mais de 40 países classificando empresas pelas suas condições de trabalho. Em 2019, foi reconhecida pelo 6º ano consecutivo como GPTW e conquistou Top 5 Nacional na categoria Melhores Empresas para Trabalhar Varejo pelo GPTW, em parceria com a revista Novarejo.

    Seu Ady, que iniciou uma família há 50 anos com cinco pessoas, hoje conta com mais de 180 colaboradores, que acreditam nos princípios e vestem a camisa da Ibagy como um time todos os dias.

    — Sinto-me muito feliz em fazer parte desta família vencedora e muito orgulhoso de ser parte desta história de responsabilidade social e espírito solidário que a Ibagy tem — comemora Régiton.

    O reflexo da base sólida da família do Seu Ady é a admiração dos colaboradores pela direção em todas as suas gerações.

    — Sabe quando você acorda e tem prazer de ir trabalhar? Eu tenho prazer e orgulho de trabalhar na Ibagy. Por que é uma empresa que tem credibilidade pela ética e honestidade, então trabalhar aqui é muito bom. Toda a direção, da primeira geração até a mais nova, são pessoas extremamente educadas, muito humanas e tem muito respeito pela gente. Eu tenho total admiração pela direção. Sempre que a gente precisa eles dão atenção, dão suporte — finaliza Tereza.

    Conheça mais sobre os 50 anos de história da Ibagy

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Especiais Publicitários

    Colunistas