nsc

publicidade

Cultura

Festival de Dança de Joinville: Mais de mil espetáculos gratuitos são levados aos Palcos Abertos

Ruas, praças, shoppings, supermercados e hospitais recebem grupos e bailarinos em apresentações públicas que seguem até 28 de julho na Capital Nacional da Dança

20/07/2018 - 08h29 - Atualizada em: 20/07/2018 - 08h57

Compartilhe

Por Redação NSC
Palcos Abertos do Festival de Dança de Joinville prendem atenção do público na Capital Nacional da Dança
Palcos Abertos do Festival de Dança de Joinville prendem atenção do público na Capital Nacional da Dança
(Foto: )

Como num sincronismo perfeito, a música, a dança e o público se entrelaçam nas praças, nos shoppings, em supermercados e até nos hospitais durante o 36º Festival de Dança de Joinville. São os tradicionais Palcos Abertos do evento, que contam com mais de 200 horas de apresentações gratuitas à comunidade e seguem até o próximo dia 28, reunindo cerca de mil coreografias.

Uma sintonia que envolve cores, temas e diferentes estilos de dança trazidos por grupos e bailarinos de 17 estados brasileiros e do Paraguai, selecionados para subirem aos palcos da Capital Nacional da Dança. Veja algumas inspirações e sensações de quem já se apresentou e de quem já assistiu aos espetáculos dos Palcos Abertos:

Hip Hop X-Style, de São Bento do Sul (SC)
Hip Hop X-Style, de São Bento do Sul (SC)
(Foto: )

Hip Hop X-Style, de São Bento do Sul (SC) - Regidos pelo professor Danilo Rogério de Lara, 25 crianças (de 10 a 12 anos) do Hip Hop X-Style subiram ao Palco Aberto da Feira da Sapatilha para apresentar a coreografia ‘Linha de Frente’, levando ao público uma homenagem ao Exército Brasileiro. A apresentação ganhou o público: ”Ficamos realizados com essa resposta da plateia, a proposta foi bem aceita e levá-los ao palco foi emocionante”, destacou o professor.

Studio de Dança Renata Prado, São Paulo (SP)
Studio de Dança Renata Prado, São Paulo (SP)
(Foto: )

Studio de Dança Renata Prado, São Paulo (SP) - Um grupo formado por 12 bailarinas do Studio de Dança Renata Prado encantou e coloriu o palco montado no Garten Shopping, que recebeu nove números na tarde desta quinta-feira (19). Relembrando a celebre história de ‘Alice no País das Maravilhas’, a escola escolheu o gênero de Sapateado para prender a atenção do público. “Estar nos palcos de Joinville é um sonho e a sensação de ser escolhido para se apresentar aqui é maravilhosa, porque é o resultado de muita dedicação e trabalho”, ressaltou a professora Daniela Rhormens.

Adriana Alcântara Studio de Dança, de Balneário Camboriú (SC)
Adriana Alcântara Studio de Dança, de Balneário Camboriú (SC)
(Foto: )

Adriana Alcântara Studio de Dança, de Balneário Camboriú (SC) - O Jazz “Brasilidade” abriu as apresentações da tarde na Praça Nereu Ramos, no Centro de Joinville, que somente ontem contabilizava cerca de 50 números de diferentes estilos de dança. Com 11 bailarinas no palco, o espetáculo em três músicas mostrou o trabalho desenvolvido pelo joinvilense Fernando Lima. “Trazemos com essa apresentação um pouco da questão das terras brasileiras, do Rio de Janeiro, da Bahia, a Batucada”, reforçou Adriana Alcântara, presente no Festival desde 2001 quando a escola foi premiada.

Abalo Street Dance, de Quitandinha (PR)
Abalo Street Dance, de Quitandinha (PR)
(Foto: )

Abalo Street Dance, de Quitandinha (PR) - As bailarinas da Abalo Street Dance levaram movimento e energia ao Palco Aberto da Praça Nereu Ramos na quinta-feira. O grupo paranaense apresentou a coreografia “Luz no Fim do Túnel”.

Studio de Dança Mayra Rolim, Mossoró (RN)
Studio de Dança Mayra Rolim, Mossoró (RN)
(Foto: )

Studio de Dança Mayra Rolim, Mossoró (RN) - O Neoclássico “Rubi” cativou o público com a apresentação da bailarina Cidia Maria Duarte Jeronimo, de 11 anos. “A ficha ainda não caiu vê-la neste palco é indescritível e enche de orgulho”, disse a mãe da menina emocionada ao fim da apresentação.

Com Passo Cia de Dança, São José dos Campos (SP)
Com Passo Cia de Dança, São José dos Campos (SP)
(Foto: )

Com Passo Cia de Dança, São José dos Campos (SP) - Já premiada e conhecida ao longo das 36 edições do Festival de Dança, a Com Passo traz neste ano coreografias tanto nos Palcos Abertos quanto na Mostra Competitiva. Com 20 bailarinos, o Sapateado da companhia levou “Black Rose” gratuitamente ao público. “É gratificante e honroso estar no Festival porque sabemos que é um dos principais do mundo e ser selecionado para estar aqui é uma realização”, destacou Gisele Fretta, que disputa com Davi Moraes na categoria Duo de Sapateado na Mostra Competitiva, e também está em “Black Rose”.

Luana Norce Escola de Dança, São Caetano do Sul (SP)
Luana Norce Escola de Dança, São Caetano do Sul (SP)
(Foto: )

Luana Norce Escola de Dança, São Caetano do Sul (SP) - Bailarina desde os cinco anos, a pequena Larissa de França, 10, mostrou segurança e recebeu aplausos do público pelo Jazz ‘Child Morning’, visto por centenas de pessoas no Palco Aberto do Festival, no Shopping Mueller.

Janaina dos Santos, sua mãe Ivonete, a filha Sophia e a sobrinha Sthepany
Janaina dos Santos, sua mãe Ivonete, a filha Sophia e a sobrinha Sthepany
(Foto: )

Admiração da arte - Janaina dos Santos, sua mãe Ivonete, a filha Sophia e a sobrinha Sthepany, faziam um passeio pelo shopping quando notaram a movimentação em torno dos Palcos Abertos do Festival. Com o olhar atento de Sophia, de apenas seis meses, aos passos das bailarinas, Janaina aproveitou para registrar a cena com o celular. “Minha irmã já foi bailarina e nossa família acompanha o Festival há muitos anos. Ver a Sophia desde bebê encantada é lindo demais. A dança é espetacular e a gente até se emociona em assistir”, define a joinvilense.

Angelo e Melissa Balestro e as filhas Valentina e Isabela
Angelo e Melissa Balestro e as filhas Valentina e Isabela
(Foto: )

Clima que impressiona - Angelo e Melissa Balestro e as filhas Valentina e Isabela são de Lageado (RS) e estavam de passagem por Joinville. Eles se surpreenderam com a qualidade das apresentações e o clima que toma conta da cidade durante o Festival e acabaram se deixando envolver pela arte mostrada nos Palcos Abertos. “Não tínhamos ideia de que esse movimento pela Dança estava acontecendo, a Valentina gosta de balé e de dança, então paramos em frente ao palco para admirar os espetáculos”, disse Melissa.

PROGRAMAÇÃO DOS PALCOS ABERTOS

Feira da Sapatilha (Expocentro Edmundo Doubrawa)

De 17 a 28 de julho

Horários: 11h às 21h (seg. a qui.), 10h30 às 21h (sex. a dom.)

Praça Nereu Ramos (Rua do Príncipe esquina com Rua Eng. Niemeyer – Centro)

De 17 a 28 de julho

Horários: 14h às 18h (dia 17), 12h às 19h (seg. a qui.) e 11h às 19h (sex. a dom.)

Shopping Mueller (Rua Senador Felipe Schimidt, 235 – Centro)

De 19 a 27 de julho

Horários: 11h30 às 12h30, 15h às 16h e 17h30 às 18h30

Garten Shopping (Av. Rolf Wiest, 333 – Bom Retiro)

De 19 a 27 de julho

Horários: 12h às 14h e 17h às 18h

Shopping Cidade das Flores (Rua Mário Lobo, 106 – Centro)

De 19 a 27 de julho

Horários: 13h às 14h e 16h30 às 17h30

Hiper Condor (Rua Florianópolis, 100 – Itaum)

De 19 a 27 de julho

Horários: 12h30 às 14h e das 16h às 17h30

CEU Aventureiro (Rua Theonesto Westrupp – esquina com Guilherme Klein)

Dias 21 de julho

Horários: 17h às 18h30

Barra Velha (praça Lauro Carneiro de Loyola)

Dia 21 de julho

Horário: 16h às 17h30

Deixe seu comentário:

publicidade