nsc

publicidade

Brasileiro

Figueirense goleia o América-MG na primeira vitória fora de casa na Série B 

Alvinegro ganha no Independência com gols de Rafael Marques, Fellipe Mateus, Willian Popp e Robertinho

13/07/2019 - 12h56 - Atualizada em: 13/07/2019 - 14h33

Compartilhe

Redação
Por Redação DC
Figueirense goleia o América-MG no Independência na Série B
Figueirense goleia o América-MG no Independência na Série B

O Figueirense venceu o América-MG de maneira eficiente. O placar de 4 a 0 fez o Figueira alcançar a primeira vitória fora de casa na Série B. O triunfo alvinegro no Independência, neste sábado, teve gols de Rafael Marques, Fellipe Mateus, Willian Popp e Robertinho. Com a vitória, o time catarinense chega aos 16 pontos e fica mais perto do G-4. Os americanos seguem na zona de rebaixamento.

Na próxima rodada da Série B, a 10ª, o Figueirense entra em campo antes. Na sexta-feira, às 19h15min, recebe o Londrina no Orlando Scarpelli. O América-MG vai jogar fora de casa. Às 16h30min de sábado, encara o Vila Nova no Serra Dourada.

O jogo

Não houve surpresas no Figueirense. Seja na escalação - a mesma que iniciou a partida que rendeu o título da Recopa Catarinense sobre o Brusque -, seja na caminho para encontrar o gol - assistência de Popp com finalização de Rafael Marques.

No oitavo minuto, a dobradrinha apareceu com eficiência. Cobrado lateral, Popp não perdoou vacilo da defesa e mandou por elevação para o camisa 9, de cabeça, botar na rede americana (ouça a narração).

O América-MG respondeu de imediato, aos 10. Mas Denis apareceu muito bem para não permitir a igualdade. Desde então, o jogo não progrediu. As duas equipes tentavam a marcação alta, que não funcionava.

Minutos depois de parada técnica para hidratação, foi criada chance de gol, pelo time mandante. Batido escanteio, houve desvio no caminho e Rafael Bilu completou. Pegou mal, melhor para o goleiro alvinegro ficar com a bola.

MINUTO A MINUTO: veja como foram os lances da partida

Foi apenas com a bola parada que o América-MG conseguiu se aproximar da trave adversária. É que o Figueira demonstrou eficiência na marcação e não permitia construção de jogadas a partir da intermediária. Já nos primeiros instantes do segundo tempo, o Figueirense voltou mais em cima, no campo de ataque, para abafar o ímpeto do mandante após o intervalo.

O técnico Hemerson Maria fez a primeira troca aos 14. Botou Matheus Lucas na vaga de Rafael Marques para ganhar fôlego na marcação no campo de ataque. Mesma atitude do treinador adversário, Maurício Barbieri, minutos mais cedo, mas para aumentar o poderio ofensivo com Neto Berola e o meia-atacante Geovane na vaga de volante para botar o time mais na frente. Fez do América-MG dono da posse da bola, mas sem conseguir causar danos ao Alvinegro - como foi no primeiro tempo.

Aos 25, o time da casa assustou. Na velocidade, Neto Berola se aproveitou de erro de marcação de Victor Guilherme, foi no fundo e botou no meio. Para a sorte de Denis, ninguém de branco apareceu para finalizar.

O lance fez o Figueirense ir ao ataque em contragolpe, novamente pelo lado esquerdo e com a velocidade de Willian Popp. Aos 29, Destro botou na frente para o meia-atacante ir ao fundo e devolver para o próprio Matheus Destro que carimbou o travessão depois de leve desvio do Jori com a ponta dos dedos. Mas sobrou para Fellipe Mateus escorar para o gol vazio (ouça a narração).

A boa atuação de Popp foi premiada com gol. Cinco minutos depois, ele encontrou espaço na intermediária e mandou o chute inapelável para o goleiro do América-MG (ouça a narração do gol). Desde então, até a equipe da casa esperou pelo apito final no Independência.

Ainda que o time da casa esperasse pelo fim do jogo, deu tempo para o Alvinegro colocar um estreante em campo e ele marcar o gol final. Robertinho anotou nos acréscimos.

FICHA TÉCNICA - América-MG 0 x 4 Figueirense

AMÉRICA-MG

Jori; Diego Ferreira, Paulão, Ricardo Silva e João Paulo; Willian Maranhão, Juninho (Geovane), Michel Bastos (Matheusinho) e Felipe Azevedo; Rafael Bilu e Jonatas Belusso (Neto Berola). Técnico: Maurício Barbieri.

FIGUEIRENSE

Denis; Victor Guilherme, Alemão, Ruan Renato e Matheus Destro; Zé Antônio, Betinho e Tony; Fellipe Mateus (Robertinho), Willian Popp (Juninho) e Rafael Marques (Matheus Lucas). Técnico: Hemerson Maria.

GOLS: Rafael Marques, aos 8 do primeiro tempo, e Fellipe Mateus, aos 29 do segundo tempo, Willian Popp, aos 34 do segundo tempo, e Robertinho, aos 48 do segundo tempo (F).

CARTÕES AMARELOS: Geovane (A). Victor Guilherme e Zé Antônio (F).

ARBITRAGEM: Lucas Paulo Torezin, auxiliado por Luciano Roggenbaum e Rafael Trombeta (trio do PR).

BORDERÔ: não informado.

LOCAL: Independência, em Belo Horizonte.

Clique aqui para ler mais notícias do Figueirense

Deixe seu comentário:

publicidade