Desde que foi lançada no Japão em 1945, a bomba atômica é um tema recorrente em produções cinematográficas. Oppenheimer é a mais recente, com direção de Christopher Nolan, e chegou nos cinemas de todo o mundo em julho de 2023.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

Enquanto esse longa-metragem é uma imersão na vida do físico Robert Oppenheimer, que mostra a dualidade em ser o criador da arma nuclear, há diversas produções do Japão que retratam os impactos da bomba atômica no país. Confira abaixo 8 filmes japoneses sobre a bomba atômica.

Conheça 8 filmes japoneses sobre os impactos da bomba atômica

  • O Sino de Nagasaki (1950)
  • Filhos de Hiroshima (1952)
  • Hiroshima (1953)
  • Trilogia Hadashi no Gen
  • Gen Pés Descalços (1983)
  • Nagasaki 1945… Deixem Viver as Crianças (1983)
  • Clarão/Chuva Negra: A Destruição de Hiroshima e Nagasaki (1989)
  • Message from Hiroshima (2015)

Antes de apresentar os filmes, um contexto histórico: estima-se que 70 mil pessoas morreram imediatamente com a bomba “Little Boy”, lançada em Hiroshima no dia 6 de agosto de 1945. De acordo com a prefeitura da cidade, outras 70 mil pessoas morreram por queimaduras e radiação até o fim do mesmo ano.

Continua depois da publicidade

Já a bomba “Fat Man” matou de forma imediata cerca de 40 mil pessoas em Nagasaki. O segundo ataque aconteceu após a recusa do Japão em se render, o que aconteceu em 14 de agosto de 1945.

Considerando a destruição causada pela a arma nuclear no país, as produções do Japão sobre o tema seguem uma linha diferente dos filmes estadunidenses ou europeus. Assim, os 10 filmes japoneses dessa lista retratam desde o impacto imediato da bomba atômica, até as consequências a longo prazo da arma nuclear nas vidas dos sobreviventes.

O Sino de Nagasaki (1950)

O Sino de Nagasaki (Nagasaki no Kane no título original) é uma adaptação do livro Os Sinos de Nagasaki, de Takashi Nagai, publicado em 1949. A obra editorial é composta por ensaios do autor, um médico que sobreviveu a queda da bomba atômica na cidade de Nagasaki. Tanto o livro quando a adaptação cinematográfica abordam a tentativa do médico em socorrer as vítimas do ataque. O filme tem direção de Hideo Ôba e foi produzido e distribuído pela Shochiku.

No mesmo ano de publicação do livro, a música Nagasaki no Kane foi composta por Hachiro Sato e Yuki Koseki. Essa canção foi utilizada no filme que leva o mesmo nome. Ouça abaixo:

Continua depois da publicidade

Filhos de Hiroshima (1952)

O enredo do Filhos de Hiroshima (Genbaku no ko no título original) é situado após a Segunda Guerra Mundial quando Takako Ishikawa, personagem principal interpretada por Nobuko Otowa, retorna a sua cidade natal após quatro anos fora. Enquanto visita seus amigos em Hiroshima, Takako observa os efeitos da bomba atômica em sua cidade. O filme tem direção de Kaneto Shindô.

Confira a cena do filme sobre o impacto imediato da bomba atômica na cidade:

Hiroshima (1953)

O filme Hiroshima de 1953 mostra os impactos da bomba atômica na cidade pela perspectiva de seus habitantes e, principalmente, de crianças. O longa-metragem com direção de Hideo Sekigawa também explora os desafios dessas crianças em sobreviverem após o ataque. Uma versão restaurada de Hiroshima (1953) está disponível no Filmicca.

Veja abaixo a cena do momento em que a bomba atinge Hiroshima:

Trilogia Hadashi no Gen

Hadashi no Gen é uma trilogia live-action adaptada do mangá de mesmo nome, com autoria de Keiji Nakazawa. Assim como o mangá, a trilogia conta a história de Gen Nakaoka. Ele a sua família vivem em Hiroshima em 1945 e o enredo explora suas lutas após a o impacto da arma nuclear. Os três filmes, lançados em 1976, 1977 e 1980, tem direção de Tengo Yamada.

Trilogia Hadashi no Gen (Foto: Reprodução)

Gen Pés Descalços (1983)

Este filme também é vaga adaptação do mangá Hadashi no Gen, de Keiji Nakazawa. Só que Gen Pés Descalços é uma animação de dois volumes, lançados em 1983 e 1986 com direção de Mori Masaki. Assim como outros filmes japoneses sobre a bomba atômica, Gen Pés Descalços apresenta de forma gráfica e explícita como foi a destruição da arma nuclear e os desafios enfrentados pelos sobreviventes, com foco no menino Gen.

Continua depois da publicidade

O primeiro filme está disponível em sua versão legendada em português no site Internet Archive. Veja abaixo a cena da bomba, a mais famosa da animação:

Nagasaki 1945… Deixem Viver as Crianças (1983)

O filme Nagasaki 1945… Deixem Viver as Crianças (Kono ko wo nokoshite no título original) aborda a luta de um médico que sobreviveu à bomba de Nagasaki, mas perdeu sua mulher. Enquanto ele recebe tratamento para a radiação que foi exposto, seu filhos mostram o valor da vida.

Sentindo que a morte se aproxima, o médico Takashi Nagai, interpretado por Gô Katô, escreve suas memórias. O longa-metragem é dirigido por Keisuke Kinoshita.

Veja o trailer do filme:

Clarão/Chuva Negra: A Destruição de Hiroshima e Nagasaki (1989)

O filme Clarão/Chuva Negra: A Destruição de Hiroshima e Nagasaki (Kuroi Ame no título original) é uma adaptação do livro Kuroi Ame de Majusi Ibuse, de 1965. O filme aborda a vida de uma jovem mulher que sobreviveu ao bombardeiro de Hiroshima e utiliza os registros históricos para recriar as consequências da bomba atômica na cidade japonesa. A obra tem direção de Steven Okazaki.

Continua depois da publicidade

Confira o trailer do filme:

Message from Hiroshima (2015)

Após 70 anos do lançamento da bomba atômica na cidade japonesa de Hiroshima, o filme-documentário Message from Hiroshima (Mensagem de Hiroshima em tradução literal) mostra os efeitos da bomba atômica a partir de depoimentos de sobreviventes. O documentário também utiliza computação gráfica para recriar a cidade antes de sua destruição. Direção de Masaaki Tanabe e narração de Geoge Takei.

Veja o trailer do filme:

Destaques do NSC Total