nsc
    santa

    Combate sem fim

    Focos de incêndio se intensificam em morro de Indaial e desafiam bombeiros

    Socorristas acreditam que só uma chuva significativa acabará com a brasa que se alastra pelo solo do Morro do Macaco

    17/05/2020 - 18h29 - Atualizada em: 17/05/2020 - 18h31

    Compartilhe

    Bianca
    Por Bianca Bertoli
    Helicóptero Arcanjo sobrevoou local neste domingo
    Helicóptero Arcanjo sobrevoou local neste domingo
    (Foto: )

    Um incêndio florestal voltou a chamar a atenção de moradores de Indaial no começo deste fim de semana. Muita fumaça é vista no topo do Morro do Macaco. Segundo o comandante dos Bombeiros Voluntários da cidade, Evandro Vinotti, o incêndio ocorre no solo, o que dificulta a ação dos socorristas. Além disso, o local é muito íngreme e só é possível chegar usando equipamentos de rapel ou aeronaves.

    Por isso o helicóptero Arcanjo de Blumenau participou do combate na tarde deste domingo (17). A equipe lançou 4,5 mil litros de água sobre a área afetada, calculada em cerca de 1.500 metros quadrados. A ação diminuiu o foco e a produção de fumaça, mas não resolveu o problema totalmente.

    A questão tem sido acompanhada há semanas pelos bombeiros. Há cerca de um mês, quando começaram os trabalhos, os bombeiros voluntários encontraram vestígios de uma fogueira de acampamento. O tempo seco contribuiu para que a brasa se espalhasse ainda mais rápido.

    O incêndio se intensificou neste sábado (16) e mobilizou os socorristas de Indaial, que passaram horas tentando conter, com uso de pás, o alastramento da brasa subterrânea.

    — Estamos subindo com regularidade, mas não temos muito o que fazer. É um incêndio que queima abaixo da serrapilheira. Isso só vai apagar quando tivermos uma chuva importante — explicou Vinotti.

    O comandante ressalta que as autoridades estão acompanhando a situação e que não é necessário acionar os bombeiros. As dezenas de ligações estão congestionando o telefone da corporação, o que pode prejudicar os demais pedidos de ajuda de moradores.

    Relembre

    No dia 22 de abril a equipe já havia localizado um acampamento que foi montado no Morro. Bandeira, restos de alimentos e até latas de cervejas foram encontrados, o que indica que o incêndio tenha sido desencadeado por uma fogueira. Além disso, os dias seguidos de tempo seco e sem chuva contribuem para que o fogo se alastre, afirma Vinotti.

    ​> Quer receber notícias de Blumenau e do Vale por WhatsApp? Clique aqui e entre no grupo do Santa

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Cotidiano

    Colunistas