nsc
santa

Problemas

Forte chuva no Vale do Itajaí alaga casas, inunda ruas e causa transtornos

Amanhecer nas regiões de Brusque e de Balneário Camboriú foi de muito trabalho para socorristas e Defesa Civil

09/06/2021 - 07h12 - Atualizada em: 09/06/2021 - 07h59

Compartilhe

Bianca
Por Bianca Bertoli
Água barrenta invadiu casa em Ilhota.
Água barrenta invadiu casa em Ilhota.
(Foto: )

Cidades do Vale do Itajaí foram parcialmente castigadas pela chuva que atingiu a região entre a noite desta terça-feira e madrugada de quarta (dias 8 e 9), com pontos de alagamentos, deslizamentos, casas inundadas e moradores ilhados. Em Brusque e Ilhota, os bombeiros ajudam a retirar as pessoas das residências com uso de botes ainda nesta manhã. Balneário Camboriú, Itajaí, Camboriú também registram estragos. 

> Receba notícias do Vale do Itajaí pelo WhatsApp

Brusque

Brusque, no Médio Vale, foi uma das mais prejudicadas pelo fenômeno. Entre meia-noite e 6h, 80 milímetros de chuva caíram no bairro Limeira, no Leste do município. Apenas durante a noite sete chamados foram atendidos pela Defesa Civil, conforme o agente Edevilson Cugik: quatro alagamentos em via pública, um deslizamento em rua, outro em uma casa e queda de muro. A instituição continua em alerta, já que a previsão indica novas pancadas até quinta-feira (10).

Willian Ferreira de Oliveira, 23 anos, é morador do bairro Limeira Baixa. Ele saiu na madrugada para ir trabalhar no bairro Planalto, mas quase ficou ilhado pelo caminho e precisou voltar para casa.

Ele contou que mora em um local mais alto, e por esse motivo a casa não ficou alagada. Um colega de trabalho que mora no mesmo bairro, mas em uma área mais baixa, não teve a mesma sorte.

Os moradores deste bairro não conseguiram ir trabalhar nesta manhã por causa dos alagamentos na região.Algumas pontes menores acabaram cedendo sobre o Ribeirão Tavares com a força das águas. O número de ocorrências vai ser atualizado ao longo do dia. A princípio, não há feridos.

Alagamento em Brusque.
Alagamento em Brusque.
(Foto: )

Itajaí

Durante toda a madrugada os bombeiros militares atenderam 18 ocorrências, outras ainda aguardam a chegada dos socorristas. A maioria, conforme a corporação, é por alagamentos e cortes de árvores. Uma força-tarefa foi montada para dar conta das demandas, que se concentram nos bairros do interior, como Paciência, Fazenda, Dos Cunha, Brilhante e Limoeiro. 

De acordo com a Defesa Civil, o acumulado durante a noite foi de mais de 100 milímetros, na área rural. O solo enxarcado preocupa, já que com a previsão de mais chuva podem ocorrer novos deslizamentos. O município está em estado de atenção. 

A Estação de Tratamento de Água do Limoeiro e demais unidades do interior foram paralisadas na noite de terça-feira devido aos efeitos da chuva. O reservatório da região é abastecido por caminhões-pipa. 

Houve alagamento na sede da estação Limoeiro e queda de ponte que impede a chegada da equipe na captação do Rio Mineral, que abastece a região. 

Queda de ponte impede captação de água em Itajaí
Queda de ponte impede captação de água em Itajaí
(Foto: )

Em Itajaí, 18 ocorrências foram atendidas pelos bombeiros.
Em Itajaí, 18 ocorrências foram atendidas pelos bombeiros.
(Foto: )

Ilhota

Ilhota também registra pontos de alagamentos. Os bairros mais afetados são o Centro, Boa Vista e Ilhotinha. Durante a madrugada e início da manhã, os bombeiros voluntários atenderam três ocorrências para retirar idosos e crianças de imóveis alagados. A água já baixou em boa parte dos locais e agora moradores contabilizam os prejuízos.

Balneário Camboriú

Já na noite desta terça-feira a Defesa Civil de Balneário Camboriú teve de interditar a Avenida das Flores para escoamento da chuva. Além de pontos de alagamentos na via, foram registrados deslizamentos sobre a Avenida Panorâmica, o que resultou no bloqueio da calçada. O local já foi liberado.

Deslizamento na Avenida Panorâmica, em Balneário Camboriú.
Deslizamento na Avenida Panorâmica, em Balneário Camboriú.
(Foto: )

Camboriú

Aproximadamente 15 ruas foram afetadas pelos alagamentos, principalmente no bairro Monte Alegre. Às 5h30min, os bombeiros foram acionados para retirar uma família ilhada em uma casa com risco de desabamento. Equipes estão na região para ajudar os moradores a saírem dos terrenos. 

Colunistas