A chuva que não dá trégua desde a segunda-feira (30) deixou Mafra debaixo d’água pela terceira vez no mês de outubro. O nível do rio Negro, que corta a cidade do Norte catarinense, voltou a subir durante o fim de semana, mesmo sem registro de temporal, e agora está acima de 8 metros — subindo uma média de 4 centímetros por hora.

Continua depois da publicidade

Clique para receber notícias de Joinville e região no WhatsApp

Cidade de SC atingida pelas chuvas tem prejuízo de R$ 63 milhões na agricultura

Conforme última atualização da prefeitura desta terça-feira (31), mais de 160 pessoas estão desalojadas. Dessas, 92 estão em abrigos fornecidos pelo município e os demais em casas de parentes e amigos.

Os pontos de alagamentos também aumentaram de segunda-feira para terça-feira e agora já são 11 localidades: Campo da Lança, Vila Argentina, Autódromo, Vila Ruthes, Vila Solidariedade, Campo do Peri, Miguel Bielecki e Vila Buenos Aires.

Continua depois da publicidade

Mafra, inclusive, é uma das cidades mais afetadas no Estado pelas chuvas. No início do mês, teve cerca de 600 desalojados e a ficou embaixo d’água.

A Defesa Civil alerta para que os moradores das áreas sujeitas a alagamentos mantenham-se atentos ao nível do rio e aos comunicados. Se necessário, acione a Defesa Civil pelo WhatsApp (47) 99258-9112.

Veja fotos da cidade desta terça-feira, 31 de outubro

Leia também

Filho suspeito de matar e enterrar idosos em SC movimentou contas do casal, diz polícia

Quem era adolescente que teve a casa invadida e foi morta com facada no pescoço em SC

Operação mira grupo que teve lucro milionário com anúncios falsos de carros em SC e no PR

Destaques do NSC Total