Luana, Anne e Emilie, três jovens e um sonho em comum: representar a cultura lageana no maior evento da Serra Catarinense, a Festa Nacional do Pinhão. E tal qual num conto de fadas, o sonho tornou-se realidade, e hoje elas são a realeza de um dos maiores eventos de Santa Catarina.

Continua depois da publicidade

Entre na comunidade exclusiva de colunistas do NSC Total

Confira fotos da Rainha e Princesas do Festival

A 34ª Festa Nacional do Pinhão acontecerá em Lages de 24 de maio a 2 de junho, e hoje vamos conhecer um pouco mais sobre as soberanas que representam a beleza das mulheres lageanas.

Continua depois da publicidade

FOTOS: Quem são as candidatas a rainha da Festa da Madeira em SC

A Rainha: Luana de Oliveira Martins

A médica veterinária, Luana de Oliveira Martins, tem 25 anos, e sempre foi apaixonada pela tradição gaúcha.

— Desde pequena aprendi a dançar vaneira, tomar chimarrão e gostar de estar com os animais de fazenda. Por tudo isso me candidatei à realeza, para representar cada lageana que tem orgulho das nossas raízes — conta a filha de dona Glaci e seu Ângelo.

Ao falar da família Luana se emociona.

— Eles são os amores da minha vida. Meu irmão mais novo, João Paulo, de 20 anos, é o meu maior fã —, diz referindo-se ao irmão caçula, portador de síndrome de Down.

Luana tem ligação com a cultura nativista desde sempre.

— Sempre estive nesse meio gaúcho, e não é raro me encontrar em alguma ocasião vestindo bombacha e alpargata. Ou dançando num vestido de prenda — diz.

Continua depois da publicidade

Sobre a Festa do Pinhão, ela conta que conheceu o evento ainda criança quando foi com familiares e amigos a uma noite de Sapecada do Pinhão.

— Me encantei! Desde então além de ir aos shows nacionais e prestigiar as sapecadas também já trabalhei no Recanto do Pinhão Araci Paim e pude ver a festa por outra visão. A visão de quem trabalha em prol de uma causa social — revela.

Turnê nacional de 30 anos da Companhia de Dança Deborah Colker chega ao Sul do Brasil

A partir dali ela cultivou esse sonho.

— Mesmo tendo esse sonho, pensei muito antes de me inscrever para o concurso, pois atualmente faço Mestrado em Ciência Animal, no CAV/UDESC, e precisaria organizar bem o meu tempo, para dedicar-me às duas funções. Mas está dando tudo certo!

E quando perguntada como está sendo fazer parte da realeza, ela abre aquele sorrisão e exclama com um “Incrível!”.

Continua depois da publicidade

— Poder receber o carinho dos lageanos é uma sensação maravilhosa. Encontrar meninas sonhando em também fazer parte da realeza me torna inspiração para as gerações mais novas, e isso traz grande responsabilidade. Porém é um lugar que quero ocupar, servir meu povo e pelo meu serviço, inspirar. A festa nos abre tantas portas que não há como não aproveitar as oportunidades. Eu tenho muitas paixões entre elas está a de me comunicar e de honrar a tradição gaúcha — ressalta a Rainha da 34ª Festa Nacional do Pinhão, que se define como uma mulher que enxerga beleza na simplicidade, que não abre mão dos seus valores e que se sente bem em servir aos demais.

— Sou alguém que tem uma fé fervorosa, dedicada, empática e em qualquer situação busco enxergar “o copo meio cheio”. Mesmo com apenas 25 anos tenho sonhos grandes, sou feita deles. E estou realizando cada um enquanto caminho. Sei que a beleza de viver não está no ponto de chegada, está em apreciar a travessia — conclui Luana.

Veja fotos da Rainha Luana

A 1ª Princesa: Anne Caroline Machado

Anne Caroline Machado, aos 25 anos, se considera uma mulher que sabe lidar bem com situações difíceis.

— Às vezes sou um pouco brava e exigente, noutras procrastino algumas tarefas, mas tento sempre melhorar tudo o que percebo que seja necessário.

Continua depois da publicidade

E foi assim cheia de atitude que a irmã da Helen e filha da dona Rosângela e do seu José Ademir (in memoriam) tomou as rédeas das suas escolhas desde muito nova.

Festival Colheita do Pinhão resgata a cultura e costumes serranos

— Sou formada em Estética e Cosmética, mas não me senti realizada com a escolha, e por isso decidi cursar Direito. Além disso, tenho uma loja de roupas on-line, me encaixo como microempreendedora individual. E também estou há 5 anos como síndica do condomínio em que resido — conta ela aos sorrisos se definindo como “uma menina/mulher bem madura”.

Sobre o sonho de fazer parte da realeza da Festa do Pinhão ela conta que vem desde criança, mas somente agora criou coragem.

— A minha família é muito ligada à cultura gaúcha, parte dela é integrante do CTG Anita Garibaldi. Minha avó materna era conhecida por ser costureira das bombachas bem tradicionais. Cresci tendo contato com rodeios, bailes e frequentando o sítio dos meus avós, lugar onde se reforça ainda mais essas tradições e costumes. Mas minha ligação [com a festa] é em especial com o Recanto do Pinhão, sempre ia trabalhar com minha mãe no box da Apae — destaca.

Continua depois da publicidade

Lages será sede do IV Seminário sobre Sustentabilidade da Araucária

A Primeira Princesa afirma que depois do concurso tem vivido dias que jamais imaginava.

— Carrego comigo uma mistura de felicidade com gratidão por estar tendo a chance de passar por essa experiência. O carinho das pessoas torna tudo ainda mais emocionante.

Veja fotos da Princesa Anne

A 2ª Princesa: Emilie Caroline Vedana

Emilie Caroline Vedana é a caçula do trio, com 19 anos e tem uma grande família. Aos seis anos de idade o pai Cledson faleceu, e a mãe Helena casou-se com seu “pai do coração” Júlio César.

— Sou a mais nova. Tenho três irmãos mais velhos: Marcos Felipe, a Kemeli e o Kauê — conta.

Quais são as 32 composições finalistas do Festival Sapecada, da Serra catarinense

Sobre o concurso ela conta que se inscreveu por incentivo da mãe.

— Ela me enviou o post que anunciava a abertura das inscrições. E desde pequena ouço muita música e frequento os shows da Festa do Pinhão. É essa energia contagiante que me fez querer fazer parte da realeza. E mesmo não tendo ligação direta com o nativismo, considero nossa cultura maravilhosa.

Continua depois da publicidade

A 2ª Princesa da Festa do Pinhão afirma que está sendo uma experiência incrível.

— Todos os dias temos experiências novas e recebemos muito carinho das pessoas, além de aprender cada dia mais e mais sobre a nossa cultura e o tradicionalismo.

Ela se define como uma menina forte e determinada, e deixa uma mensagem para todas as jovens tímidas.

— Sempre vou correr atrás daquilo que eu quero com todo meu esforço. Desde pequena sempre fui muito estudiosa e introvertida e em muitas ocasiões minha timidez me venceu e me fez desistir de muitas coisas. Hoje sou feliz porque minha determinação venceu e veio à tona durante o concurso. Onde me superei diante de um grande público. Fazer parte hoje da realeza da Festa do Pinhão é para mim uma grande vitória — diz.

Quem são os jurados que vão avaliar as mais de 600 composições do Festival de Sapecadas

Após a festa, Emilie retornará ao curso de Odontologia, que tinha recém iniciado.

— Quero ser dentista. Construir meu futuro e continuar tendo coragem para trilhar caminhos desconhecidos e me desafiar cada vez mais.

Continua depois da publicidade

Confira fotos da Princesa Emilie

Leia mais

Festa do Pinhão: saiba tudo sobre uma das maiores festas gastronômicas do Brasil

Mais de três mil pessoas participam de Seminário sobre autismo em Lages

Destaques do NSC Total