nsc
nsc

Investe mais

Fundos de Ações: o que são e como incluir esse tipo de ativo em sua carteira de investimentos 

Opção traz os ganhos das ações, mas com a facilidade de ter um gestor que cuida dos investimentos 

07/12/2020 - 21h20 - Atualizada em: 18/01/2021 - 09h22

Compartilhe

Estúdio
Por Estúdio NSC
Fundos de Ações: o que são e como incluir esse tipo de ativo em sua carteira de investimentos
(Foto: )

Cada vez mais as pessoas estão buscando investir seu dinheiro e ganhar rentabilidade. Porém, alguns tipos de investimentos, como as ações, apresentam um grau de risco elevado e exigem que o investidor detenha conhecimento necessário para analisar onde investir. Para as pessoas que não possuem tempo ou conhecimento para investirem em ações específicas da bolsa, mas que estão dispostas a correr um risco maior investindo, existem os fundos de ações.

Esses fundos consistem em uma das alternativas para investir na bolsa de valores sem adquirir diretamente ações de empresas. Nesse investimento, você adquire cotas e confia a um gestor a responsabilidade por executar a estratégia de direcionamento dos recursos.

Dessa forma, um fundo de investimento funciona como um "condomínio", onde todos os custos e benefícios são divididos igualmente entre os cotistas. O rendimento total será a soma dos desempenhos individuais dos ativos que estão no portfólio do fundo. Quando as aplicações têm resultado positivo, as cotas do fundo valorizam. Da mesma forma, o contrário pode gerar um desempenho ruim.

Vantagens dos fundos de ações

As vantagens dos fundos de ações consistem na comodidade e na facilidade proporcionada ao investidor, que não precisa ficar acompanhando constantemente as movimentações da bolsa.

— Neste tipo de investimento, você adquire cotas do fundo escolhido e, a partir daí, confia a um profissional especializado a responsabilidade de alocação dos recursos dependendo da estratégia daquele fundo. Ou seja, não é preciso se preocupar com a escolha dos papéis, não requer acompanhamento constante e nem um conhecimento específico no mercado financeiro — explica a consultora de investimento da Warren, Vanessa Zanchett.

Dessa forma, ser cotista em um fundo de ações permite que o investidor possa diversificar de forma ampla sua carteira de ações, proporcionando maior potencial de retorno quando comparado a outros tipos de investimentos.

Além disso, segundo Vanessa, o pagamento do imposto de renda nesses casos acontecerá somente no momento do resgate.

— Tem também a facilidade para pagamento de IR, que será sempre de 15% na fonte, sobre os rendimentos, e acontece somente no resgate — garante a consultora.

Importância de escolher um gestor financeiro qualificado

Porém, é fundamental que os investidores escolham fundos de ações que sejam administrados por profissionais do mercado financeiro, já que é o know-how dessas pessoas que vai influenciar diretamente no sucesso dos investimentos.

Vanessa alerta que esses profissionais devem ter uma visão ampla do mercado financeiro e não fazerem suas escolhas somente baseadas em uma análise de como foi o desempenho anterior das ações.

— Importante lembrar que a rentabilidade passada não reflete a rentabilidade futura. A escolha de um bom fundo de ações deve ir além da análise de rendimento — alerta.

Os fundos de ações são adequados para o meu perfil de investidor?

Outro ponto que é necessário analisar antes de investir em um fundo de ações é se as características desse tipo de investimento condizem com o seu perfil de investidor.

— Tem que sempre observar se está dentro do seu perfil de investidor e se você aceita este tipo de risco; ou mesmo se está dentro do seu horizonte de investimento, pois é um investimento feito mais a longo prazo, já que são fundos voláteis, não garantem retornos e nem sempre vão ter liquidez — ressalta a consultora.

Fundos de investimentos em empresas de tecnologia que são destaque atualmente

A Warren dispõe de uma série de opções de fundos de ações, entre eles o Warren Games e o Warren Tech, que consistem em ações de empresas da área de tecnologia mais inovadoras e destacadas do mercado.

— A proposta destes fundos é permitir que o investidor acesse o mercado externo investindo em ativos do segmento que mais cresce nos últimos anos na renda variável global — acrescenta Vanessa.

Com o objetivo de encontrar empresas que se destaquem em tecnologia e inovação e que entreguem um serviço de qualidade e com foco no cliente, esses fundos não têm taxa de administração nem de performance, o que é uma grande vantagem para os investidores. Dessa forma, é possível investir no setor que mais cresce no mercado atualmente, com comodidade e não pagando nada a mais por isso.

— Quando decidimos criar estes fundos inovadores dentro da Warren, tive uma alegria particular. Isso porque fui jogador profissional de e-sports, conheci esse mercado a fundo e participei de competições como CPL América Latina, CPL EUA, e WCG Coréia do Sul. Ou seja, mais uma vez a Warren mostra que está à frente, alinhada aos tempos atuais até pelas pessoas que trabalham aqui. Afinal, são elas que sugerem e trazem grandes ideias para dentro da empresa — finaliza o CIO (Chief Information Officer) da Warren e responsável pela criação dos fundos Games e Tech, Thomaz Fortes.

Para encontrar soluções práticas para os seus investimentos, acesse o site da Warren e veja as soluções de que se enquadram ao seu perfil.

E para saber mais sobre o mercado de investimentos, acompanhe o canal Investe Mais.

Colunistas