nsc
an

De SC para o mundo

Ginástica rítmica do Brasil conquista vaga nas Olimpíadas de Tóquio com música de joinvilense; veja vídeo

Essa é a segunda vez que equipe ganha ouro com produção do joinvilense Vegas

17/06/2021 - 09h26 - Atualizada em: 17/06/2021 - 09h29

Compartilhe

Patrícia
Por Patrícia Della Justina
Conjunto do Brasil foi ouro na ginástica rítmica no Pan de Lima em 2019
Conjunto do Brasil foi ouro na ginástica rítmica no Pan de Lima em 2019
(Foto: )

A equipe brasileira de ginástica rítmica conquistou vaga para as Olímpiadas de Tóquio, no último fim de semana, após receber medalha de ouro no Pan-Americano, disputado no Rio de Janeiro. A competição no Japão está prevista para começar no dia 23 de julho com término em 8 de agosto. 

> Acesse para receber notícias de Joinville e região pelo WhatsApp

E tem participação joinvilense na conquista. O conjunto, formado por Bárbara Galvão, Beatriz Linhares, Déborah Medrado, Duda Araraki, Geovana Santos e Gabrielle Moraes; apresentou a coreografia cuja trilha sonora foi totalmente produzida pelo joinvilense Paulo Vilela, o Vegas. 

Assista ao vídeo:

Essa é a segunda vez que o grupo compete com produção do joinvilense e leva ouro. Nas redes sociais, Vegas conta que a experiência, dessa vez, foi diferente. 

— Eu produzi toda a trilha sonora juntamente com a comissão técnica da seleção brasileira de ginástica. Foi um grande desafio misturar algumas músicas já conhecidas, com a nossa música eletrônica. E ainda tive que criar a maior parte do arranjo musical, como percussões e linhas melódicas, que foram detalhadamente ajustadas para o melhor desempenho das meninas — explica. 

Brasil ficou à frente do México na última prova

As meninas ficaram atrás da equipe mexicana, na última sexta-feira (11), mas conseguiram nota melhor no sábado (12), na prova de três arcos. Elas fizeram 35.850 pontos contra 35.100 do México. Na soma das duas provas, elas alcançaram a primeira colocação e conquistaram a vaga olímpica. 

Embora o México tenha recorrido, o aumento na nota não foi o suficente. Assim, as brasileiras garantiram vaga na disputa de Tóquio. 

Os Estados Unidos ficaram em terceiro lugar e também estão classificados para os Jogos Olímpicos. 

*Com informações do site Globo Esporte

Colunistas