nsc
dc

Repercussão em SC

Governador Carlos Moisés lamenta saída de Moro: "brasileiros perdem"

Moisés se manifestou pelas redes sociais após pedido de demissão do ministro da Justiça

24/04/2020 - 11h42 - Atualizada em: 24/04/2020 - 12h44

Compartilhe

Por Guilherme Simon
Governador Carlos Moisés
(Foto: )

O governador Carlos Moisés (PSL) usou as redes sociais para se manifestar sobre o pedido de demissão do ministro da Justiça, Sergio Moro, que deixou o governo Bolsonaro nesta sexta (24). Moisés disse que lamenta o fato e escreveu que os brasileiros perdem com a saída do agora ex-ministro.

“Brasileiros perdem com a saída de Sérgio Moro. Moro é sinônimo de luta contra a corrupção, condição essencial para a construção de um Brasil melhor. Lamento. Seu trabalho sempre foi correto e ético”, escreveu o governador de Santa Catarina.

Veja a publicação:

A vice-governadora de Santa Catarina, Daniela Reinehr, também usou as redes para se manifestar. Ela postou uma foto ao lado do ex-ministro Moro com o texto "Faça sempre a coisa certa. Obrigada, Sergio Moro".

Sérgio Moro, entregou o cargo nesta sexta-feira (24) e deixou o governo após a exoneração do diretor-geral da Polícia Federal, Maurício Valeixo, ter sido publicada nesta madrugada no Diário Oficial da União.

Ao anunciar sua demissão do governo federal nesta sexta-feira (24), o ministro Sergio Moro (Justiça) criticou a "insistência" do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) para a troca do comando da Polícia Federal. Segundo Moro, o presidente queria a mudança, mas sem apresentar causas que fossem aceitáveis.

O ex-juiz disse ainda que Bolsonaro queria ter acesso a informações e relatórios confidenciais de inteligência da PF.

— Não tenho condições de persistir aqui, sem condições de trabalho.

Sobre seu futuro, afirmou:

— Sempre estarei à disposição do país.

Sobre a troca na PF, foi enfático:

— Não são aceitáveis indicações políticas.

Moro falou ainda sobre quebra de promessa por parte de Bolsonaro.

— Houve violação de uma promessa que me foi feita inicialmente de que eu teria uma carta branca.

> Opinião: Moro revela fatos graves da fábrica de crises do governo Bolsonaro

Moisés, Bolsonaro e Moro
Moisés, Bolsonaro e Moro em evento na academia da PRF em Florianópolis, em outubro de 2019
(Foto: )

Leia mais:

Dagmara Spautz: ex-juiz Sérgio Moro fez quase uma delação premiada

Ânderson Silva: Moro revela fatos graves da fábrica de crises do governo Bolsonaro

Upiara Boschi: Moro rompe aliança entre o bolsonarismo e o partido da Lava-Jato

Moro afirma que Bolsonaro queria mexer na PF para acessar relatórios de inteligência

Colunistas