nsc
    dc

    Infraestrutura

    Governador de SC entrega termo para licitar obras na Serra do Rio Rastro

    O recurso para as obras na SC-390, de pouco mais de R$ 19 milhões, foi garantido pelo governo federal no ano passado

    11/03/2019 - 16h17 - Atualizada em: 11/03/2019 - 16h23

    Compartilhe

    Lariane
    Por Lariane Cagnini
    (Foto: )

    As obras de contenção de rochas, na pavimentação e na drenagem da Serra do Rio do Rastro estão mais próximas de se tornar realidade. O governador Carlos Moisés entregou na manhã desta segunda-feira (11) o termo de referência da Defesa Civil Estadual, relatório que será utilizado pela Secretaria de Estado de Infraestrutura para encaminhar a licitação. O recurso para as obras na SC-390, de pouco mais de R$ 19 milhões, foi garantido pelo Governo Federal no ano passado.

    O relatório da Defesa Civil cita 25 pontos críticos, sendo 23 deles no trecho entre Lauro Müller e Bom Jardim da Serra. O investimento maior será na instalação de uma tela metálica de alta resistência para conter as rochas em caso de deslizamento. Segundo o secretário de Estado da Defesa Civil, João Batista Cordeiro Junior, somente no ano passado foram registrados pelos menos onze desmoronamentos, nenhum deles com vitimas.

    O relatório agiliza o encaminhamento da licitação, pois a etapa de mapeamento e análise dos pontos já está concluída. O secretário do Estado de Infraestrutura, Carlos Hassler, acredita que em até um mês a parte documental esteja pronta. O dinheiro está disponível desde outubro, e em hipótese alguma deve ser desperdiçado por questões burocráticas, defende o governador.

    — É mais um compromisso, a segurança e a gestão adequadas da coisa pública. Não podemos perder recursos já disponibilizados. É um carinho que a nossa Serra precisa, pois o potencial é infindável em uma indústria limpa como o turismo — defendeu o governador.

    No mês passado, a serra foi interditada depois de uma vistoria de rotina da Polícia Militar Rodoviária. Uma mureta de proteção apresentou afastamento da pista e o ponto foi isolado. Em outro local, o desnível do pavimento também chamou a atenção da Defesa Civil e a área recebeu reparo com pavimentação asfáltica. A serra foi reaberta sem a obra na mureta, mas com restrições para caminhões de grande porte. Na semana passada, a circulação foi liberada para todos os veículos.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Política

    Colunistas