nsc

publicidade

Sete estados

Governadores do Sul e Sudeste assinam "Carta de Vitória" em apoio a reformas

Queimadas no Norte do país também foram abordadas no encontro realizado no Espírito Santo

24/08/2019 - 16h20 - Atualizada em: 24/08/2019 - 16h38

Compartilhe

Por Redação CBN Diário
Governador de Santa Catarina, Carlos Moisés, em Vitória
Governador de Santa Catarina, Carlos Moisés, em Vitória
(Foto: )

Os governadores das regiões Sudeste e Sul do Brasil divulgaram no início da tarde deste sábado (24) a "Carta de Vitória". O documento – que recebe o nome da capital do Espírito Santo, onde o encontro foi realizado – trata do apoio às reformas estruturais em curso na esfera federal e às medidas econômicas para o equilíbrio fiscal da União, Estados e municípios.

Além do governador de Santa Catarina, Carlos Moisés da Silva (PSL), a carta é assinada pelo chefe do Executivo no Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), e do Paraná, Ratinho Júnior (PSD). Fazem parte também o governador do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB); de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo); do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC); e de São Paulo, João Dória (PSDB).

Na carta, um dos pontos destacados é a inclusão de estados e municípios na Reforma da Previdência, além da urgência na aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC), que trata da cessão onerosa. Além disso, o documento solicita uma revisão das dívidas das unidades da federação.

Outra reivindicação é de que os valores recebidos pela União em outorgas decorrentes de concessões de rodovias federais, ferrovias, portos e aeroportos sejam destinados – pelo menos a metade desse montante – para projetos de estrutura nos estados em que essas concessões acontecerem.

Segundo o IBGE, as regiões Sul e Sudeste representam 71% do Produto Interno Bruto (PIB) do país.

Amazônia

Sobre o assunto do momento, Carlos Moisés destacou a necessidade das duas regiões ajudarem os estados do Norte, que estão sofrendo com as queimadas. Já o governador paulista João Dória foi mais contundente, ao dizer que o país teve uma "conquista extraordinária" com a aprovação da reforma da Previdência na Câmara dos Deputados, mas ao mesmo tempo "um passo gigantesco para trás" no que diz respeito à questão ambiental.

O quarto encontro do Consórcio de Integração Sul e Sudeste (Cosud), realizado no Palácio Anchieta, ainda contou com a presença do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM). Ele foi um dos palestrantes do evento.

Deixe seu comentário:

publicidade