nsc

    Pandemia

    Governo de SC ajuda repatriar 58 catarinenses durante pandemia do coronavírus 

    Maioria teve dificuldade para contato com embaixadas e até companhias aéreas

    09/04/2020 - 11h55

    Compartilhe

    Por Juliana Gomes
    Fernando Frazão / Agência Brasil
    (Foto: )

    Desde o começo da pandemia de coronavírus, a Secretaria Executiva de Assuntos Internacionais ajudou a trazer do exterior para Santa Catarina 58 moradores do estado. Eles enfrentaram problemas, em função do cancelamento de voos e do fechamento de fronteiras causados pelas medidas restritivas para evitar a disseminação da doença.

    A secretaria montou um plantão para atendimento e criou um grupo de trabalho para solução de casos de emergência. Além disso, articulou soluções com o Ministério de Relações Exteriores, embaixada, consulados e outros órgãos.

    - Imagina, você viajou com a sua família para um cruzeiro ou pra um país em que normalmente você vai de férias e volta numa boa. Nessa hora, começam a fechar as fronteiras, os telefones já ninguém mais atende, as embaixadas, a maioria esvaziada, a gente procurou localizar essas pessoas e tentar ajudar –explicou o Secretário Executivo de Articulação Internacional, Derian Campos.

    Em site especial, saiba tudo sobre coronavírus

    Fora do país, os catarinenses tiveram dificuldades também de comunicação com companhias aéreas e com novas regras para remarcação de passagens, já que o atendimento de call centers foi reduzido.

    Esses moradores receberam auxílio do governo do estado para retornar da França, Portugal, Equador, África do Sul, Argentina e Chile.

    - A gente trabalhou com um grupo de catarinenses que estava num cruzeiro, por exemplo, pela Europa e que o cruzeiro iria aportar o navio e deixá-los lá. A gente interferiu junto aos organizadores da viagem, administradores do cruzeiro via ofício do estado dizendo que para aquele grupo a gente gostaria de um tratamento diferenciado, que eles tivessem acesso a voo, ou hotel na cidade em que estivessem – contou Campos.

    Conforme o secretário Derian Campos, no momento há retornos agendados para os próximos dias. Todo trâmite burocrático para isso leva tempo e, alguns casos, exige paciência. O ouvinte da CBN Diário José de Aguiar está entre esses casos. Ele está cadastrado desde 15 de março para receber esse auxílio e aguarda em Portugal para voltar para casa.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Política

    Colunistas