nsc
santa

Polícia

Homem chega em casa bêbado, reclama da comida, bate em mulher, e acaba preso em Blumenau

Agressor tinha quatro armas dentro de casa, na Vila Itoupava, todas sem registro

13/10/2020 - 06h27 - Atualizada em: 13/10/2020 - 06h29

Compartilhe

Augusto
Por Augusto Ittner
Ele foi preso por porte ilegal de arma de fogo e violência no âmbito doméstico.
Ele foi preso por porte ilegal de arma de fogo e violência no âmbito doméstico.
(Foto: )

Um caso de violência contra mulher terminou em confusão, agressões, quatro armas apreendidas e um homem preso na Vila Itoupava, em Blumenau. O fato foi registrado pela Polícia Militar por volta das 17h desta segunda-feira (12).

> Receba notícias por WhatsApp. Clique aqui e entre no grupo do Santa

A vítima relatou aos policiais que o marido, de 55 anos, havia saído para ir ao bar por volta das 11h e retornou às 14h30min. Ao chegar em casa, bastante agressivo, ele começou a discutir com a mulher e reclamou que a comida estava fria — conforme relato da PM. O agressor chegou a jogar o prato na parede e a arremessar uma chaleira elétrica direção à vítima.

Os dois entraram em luta corporal e, na tentativa de ajudar a mãe, que estava caída no chão, a filha acabou levando alguns socos. Na chegada da PM ao local, familiares relataram que o agressor tinha ao menos quatro armas em casa, o que motivou o acionamento de mais uma viatura policial para lá.

> Leia também: Homem é agredido pela namorada em Blumenau por não postar foto com ela nas redes sociais

Os PMs tiveram de conversar com o homem e conseguiram acalmá-lo. Ao entrar na residência, localizaram três carabinas e uma espingarda — uma delas com numeração raspada. O agressor não tinha porte de armas e nem mesmo o registro delas. Todas foram apreendidas.

Ele foi preso em flagrante por porte ilegal de arma de fogo e enquadrado, também, na Lei Maria da Penha. O agressor e o material foram levados à Central de Polícia e o caso ficará a cargo da Polícia Civil.

Números importantes

Polícia Militar

- Telefone 190: quando presenciar ou vivenciar algum episódio de violência contra a mulher.

Rede Catarina

- Telefone 3378-9047 e e-mail 10bpmredecatarina@pm.sc.gov.br: para receber acompanhamento da polícia ou buscar orientação sobre as ferramentas de proteção à mulher.

Central de Atendimento para Mulher em Situação de Violência

- Telefone 180: para buscar orientação sobre direitos e serviços públicos à população feminina, bem como para denúncias ou relatos de violência.

Delegacia de Polícia de Proteção a Mulher, Criança e Adolescente

- Telefone 3329-8829: para registrar ocorrência de violência contra a mulher, bem como requerer medidas protetivas e iniciar processos contra agressores.

Colunistas