Um homem foi preso em Florianópolis nesta quarta-feira (13) por tentar se registrar no Conselho Regional de Medicina de Santa Catarina (CRM-SC) usando um diploma falso. O órgão percebeu irregularidades em seu documento e acionou a Polícia Federal.

Continua depois da publicidade

Siga as notícias do NSC Total pelo Google Notícias

Após realizar a inscrição primária, o CRM-SC desconfiou de seu certificado de conclusão de curso, supostamente vindo da Universidade Regional de Blumenau (FURB). Segundo a Polícia Federal, o suspeito foi preso em flagrante e conduzido à Superintendência Regional da Polícia Federal.

Para os médicos atenderem pacientes no Brasil precisam estar vinculados ao conselho regional do Estado onde moram. Ao fazer isso, o profissional recebe um número de registro, o CRM, que o suspeito tentou conseguir de forma ilícita.

A Polícia explicou que o homem pode ter pena de reclusão de dois a seis anos e pagamento de multa por falsificar, no todo ou em parte, documento público, ou alterar documento público verdadeiro. Veja fotos do diploma de Medicina falso:

Continua depois da publicidade

*Sob supervisão de Andréa da Luz

Leia também

Reviravolta em operação contra nazismo leva polícia de SC a achar “fábrica” de atestados

Amigas seduzem homens para assaltá-los, fingem sequestro e são condenadas em SC

Youtubers que gravavam vídeo de terror acabam presos com arma de fogo em Joinville

Homem espanca cachorro, publica vídeo da agressão na internet e acaba preso em SC

Destaques do NSC Total