Foram concluídas pela Polícia Civil de Santa Catarina através da Divisão de Investigação Criminal de Fronteira (DIC-Fron), as investigações sobre a morte do venezuelano Cleiver Daniel Rivas Jimenez, de 19 anos, no distrito de Marechal Bormann, em Chapecó, no Oeste Catarinense. O autor teria sido um homem de 27 anos, que foi indiciado por homicídio duplamente qualificado. 

Continua depois da publicidade

Siga as notícias do NSC Total pelo Google Notícias

Segundo a investigação, o crime que aconteceu no dia 24 de novembro de 2023, teria sido motivado por uma discussão relacionada ao tráfico de drogas na região que era coordenada pelo homem de 27 anos. A vítima foi alvejada por dois disparos de arma de fogo, sendo o primeiro pelas costas e o segundo quando já estava caído no chão.

Em dezembro, a DIC-Fron expediu um mandado de prisão temporária contra o autor do crime, quando foram apreendidas com o investigado várias porções de cocaína prontas para venda, resultando na prisão em flagrante pelo crime de tráfico de drogas.

Adolescente apreendido

Ainda durante as investigações, um adolescente de 14 anos se apresentou na Divisão de Investigação Criminal e assumiu ser o autor do crime. Após uma nova investigação, foi comprovado que a versão do adolescente era falsa.

Continua depois da publicidade

O menor responderá por ato infracional análogo ao crime previsto no Artigo 341 do Código Penal, quando alguém tenta assumir crime praticado por outro.

Leia também

Homem cai de 8 metros de altura e é levado de helicóptero ao hospital em Florianópolis

Confusão entre grupos de motoqueiros em bar termina com seis baleados em SC

Destaques do NSC Total