nsc
    santa

    "CURANDEIRO"

    Homem que estuprou menina de 12 anos alegando cura da insônia é condenado em SC

    Ele disse à mãe da menina que caso ela não voltasse para as próximas sessões a adolescente poderia morrer

    11/02/2021 - 07h57

    Compartilhe

    Brenda
    Por Brenda Bittencourt
    O "curandeiro" alegava que os atos iriam fazer com que ela conseguisse dormir
    O "curandeiro" alegava que os atos iriam fazer com que ela conseguisse dormir
    (Foto: )

    Um homem que estuprou uma menina de 12 anos alegando que o ato curaria a insônia dela foi condenado duas vezes em Rio do Campo, no Alto Vale do Itajaí. Ele se apresentava como curandeiro.

    > Receba todas as notícias do Santa no seu WhatsApp. Clique aqui.

    De acordo com a denúncia do Ministério Público de Santa Catarina, o acusado se utilizou da vulnerabilidade da vítima e utilizou o estupro como falsa promessa de que curaria os pesadelos da menina e a dificuldade que ela tinha para dormir.

    Após cometer o crime, o homem ainda levou a vítima para casa e pediu que ela tomasse banho de sal grosso, isso faria com que, segundo ele, os resíduos do cemitério fossem eliminados.

    O criminoso ainda disse para a mãe dela que a menina precisaria retornar para mais três sessões, só assim, segundo ele, ela iria se livrar do mal causado pela insônia. Caso contrário, a menina poderia morrer.

    Os estupros foram praticados no dia 7 dezembro de 2020. O acusado foi preso preventivamente três dias após cometer o crime e continua na cadeia. A pena aplicada foi de 11 anos e oito meses de reclusão em regime fechado. Além disso, ele também terá de pagar R$ 40 mil à vítima como indenização. A sentença foi proferida nesta terça-feira (9). A decisão ainda cabe recurso.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Polícia

    Colunistas