nsc
dc

JULGAMENTO MARCADO

Homem que matou a esposa em Chapecó e escondeu o corpo no armário será julgado no próximo mês

O crime aconteceu há dois anos, quando o empresário teria deferido golpes de faca no peito e no pescoço de Fabiana

01/10/2019 - 09h42 - Atualizada em: 01/10/2019 - 10h29

Compartilhe

Por Redação NSC
Fabiana Diavan Favero tinha 37 anos
(Foto: )

O empresário acusado de matar a esposa de 37 anos em 2017, em Chapecó, no Oeste Catarinense, será levado à júri popular no dia 29 de novembro, com sessão marcada para iniciar às 8h, na comarca local.

Segundo as informações do Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC), ele responde por homicídio qualificado por feminicídio, motivo fútil, meio cruel e recursos que dificultaram a defesa da vítima. Além disso, crimes de ocultação de cadáver, fraude processual, furto qualificado, posse irregular de munição de uso restrito e porte ilegal de arma de fogo também serão levados ao Tribunal.

Relembre o caso

O crime aconteceu no dia 4 de julho de 2017, por volta das 18h, quando o homem teria dado golpes de faca no lado esquerdo do peito e no pescoço da mulher, com quem era casado há 18 anos. O corpo da vítima só foi encontrado no dia seguinte, por familiares, ao meio dia, dentro de um armário onde o suspeito guardava armas, em uma sala escondida no apartamento do casal.

Após ter cometido o crime, o homem fugiu até o estado do Paraná e lá, ao se envolver em um acidente, abandonou o carro, que era de um cliente do estacionamento que ele mantinha com a esposa. Mesmo assim, ele foi até o Paraguai.

Após 30 horas de negociação com a polícia, ele se entregou e está preso preventivamente desde então.

Leia as últimas notícias do NSC Total

Colunistas