nsc
santa

Luto

Identificado casal de motociclistas morto em acidente na BR-101 em Balneário Camboriú

Jovens, homem e mulher morreram na hora, assim como as outras duas vítimas

07/06/2021 - 10h27 - Atualizada em: 07/06/2021 - 11h40

Compartilhe

Bianca
Por Bianca Bertoli
Alan e Francielin moravam em Balneário Camboriú
Alan e Francielin moravam em Balneário Camboriú
(Foto: )

Foram identificadas pelo Instituto Geral de Perícias as outras duas vítimas do acidente na BR-101, em Balneário Camboriú, neste domingo (6). Além de dois ciclistas, um casal de motociclistas foi atingido pela carreta carregada de madeira. Alan Leodoro, 26 anos, e Francielin Sperandio, 22, morreram no local. A identificação tardou a ser feita porque a Honda CG 125 em que eles estavam parou no meio da carga e pegou fogo, carbonizando parte dos corpos e documentos.

> Receba notícias do Vale do Itajaí pelo WhatsApp

Juntos há cinco anos, Alan e Francelin moravam em Balneário Camboriú. Nas redes sociais, familiares e amigos lamentaram a perda repentina e precoce. "O céu está em festa com a sua chegada e da sua esposa, foi uma fatalidade, nada é tão triste quanto perder alguém tão importante e fiel; uma pessoa tão querida e amada por todos", escreveu um amigo de Alan. 

As outras duas vítimas do acidente são Suellen Schveitzer Belusso, 36, e Ivan Antônio Belusso, 40. Eles estavam de bicicleta e também morreram na hora. O casal morava em Balneário Camboriú e deixa três filhos. A remoção dos corpos durou mais de quatro horas e foi preciso usar maquinário para remover as madeiras.

O Corpo de Bombeiros informou que a carreta estava subindo o Morro do Boi quando perdeu a direção em uma curva e tombou sobre a mureta do acostamento, no lado direito da pista. De acordo com a corporação que prestou socorro, o veículo ainda deslizou cerca de 150 metros antes de atingir e matar as quatro pessoas.

Francelin foi sepultada na manhã desta segunda-feira (7) em Biguaçu e Alan, em Ilhota. 

Colunistas