nsc
dc

publicidade

MEIO AMBIENTE  

Infográfico: entenda a mudança das cores na plumagem do guará

Pássaro semelhante ao flamingo, que chama a atenção pela cor vermelha, voltou a Florianópolis depois de 200 anos 

22/11/2019 - 17h42 - Atualizada em: 22/11/2019 - 17h51

Compartilhe

Por Ângela Prestes
Por Ben Ami Scopinho

A espécie de pássaro Eudocimus ruber, o Guará, tem uma peculiaridade que chama a atenção. Sua plumagem vermelha vem do pigmento dos crustáceos, característicos de ecossistemas como o manguezal, estuários e rios, dos quais ele se alimenta.

A revoada das aves não era apreciada em Florianópolis há mais de 200 anos. De acordo com o biólogo e pesquisador Alexandre Venson Grose, desde 2011 quando reapareceram no litoral Norte de Santa Catarina a espécie vem se reproduzindo anualmente. O aumento da população fez com que eles procurassem novas áreas para viver e aos poucos os pássaros foram se espalhando. Do Norte de Santa Catarina para o Sul, em 2017 foram observados grande bandos de guarás em Itajaí, mas lá o manguezal onde a espécie reproduz e se alimenta foi praticamente todo destruído.

— Considerando que Florianópolis ainda possui manguezal, principalmente em unidades de conservação, esperamos que eles poderiam vir, pois teriam alimento e manguezal. Mas não sabíamos quanto tempo isso iria levar. Felizmente isso aconteceu essa semana. Porque exatamente agora? Não sabemos dizer, foi um processo, que iniciou em 2011. Mas acreditamos que com o grande aumento da população lá no Norte de Santa Catarina, Joinville e região, chegou a hora de procurar outro local.

Veja no infográfico abaixo todas as fases pelas quais o animal passa até atingir a idade adulta.

GUARÁ
(Foto: )

Deixe seu comentário:

Últimas notícias

Loading interface... Todas de Cotidiano

publicidade

Colunistas

    publicidade

    publicidade

    publicidade