nsc

publicidade

Infraestrutura 

Interdição da SC-108 completa três meses sem obras em Guaramirim

Estado aguarda recursos federais para realizar recuperação da área

23/05/2019 - 08h00

Compartilhe

Hassan
Por Hassan Farias
Trecho da rodovia sofreu um deslizamento por causa das chuvas de fevereiro
(Foto: )

Três meses após um deslizamento de terra causado pelas fortes chuvas, a SC-108 continua interditada e sem previsão para o início das obras de recuperação da rodovia, que liga Guaramirim a Massaranduba. As pistas foram fechadas em 18 de fevereiro porque parte da estrada cedeu e causou uma avalanche de lama sobre as casas da Vila Freitas, deixando 68 famílias fora de suas casas.

No mês passado, o Ministério do Desenvolvimento Regional confirmou o repasse de R$ 3,5 milhões para a recuperação da SC-108 - técnicos até estiveram no local nos últimos dias para vistoriar e registrar a situação da área. Os recursos serão usados para fazer a reconstrução da área, além do trabalho de monitoramento do espaço já que o morro próximo da região afetada também ficou comprometido. No entanto, os recursos ainda não foram repassados, o que impede o começo das obras.

Enquanto isso, as pistas seguem interditadas porque há a preocupação da Defesa Civil de Guaramirim de que possa acontecer um novo deslizamento em decorrência das chuvas. Existe um acúmulo de água causado por uma vertente que sai de uma região de mata que fica em um morro ao lado da rodovia.

— A nossa grande preocupação é de um novo deslizamento maior devido a essa infiltração de água, resultante dessa chuva que ocorre ao longo dos últimos dias — afirmou o coordenador da Defesa Civil, Ezequiel de Souza, em entrevista à NSC TV Joinville.

Segundo o coordenador, a Defesa Civil de Santa Catarina vai usar um novo método de concepção na recuperação da SC-108. A obra e o projeto serão licitados juntos. Com isso, assim que uma empresa vencer a concorrência já poderá começar a montar a estrutura e retirar o material com segurança.

— Assim que a empresa ganhar, ela vai fazer todo esse levantamento para que possa realizar a obra sem colocar em risco os funcionários e também os moradores da região — explicou.

A rodovia estadual é uma das principais vias que liga Guaramirim a Blumenau e por onde escoa parte da produção do município. De acordo com estimativa da prefeitura, aproximadamente 15 mil veículos passam pela estrada diariamente.

Os motoristas que usam a SC-108 ainda chegam ao local do deslizamento e são surpreendidos com as pistas interditadas. Eles precisam usar como alternativa uma estrada que corta o morro e sai após o trecho afetado para conseguir seguir a viagem. A orientação da Defesa Civil é para que os motoristas não ultrapassem a área isolada para evitar riscos de acidentes.

Deixe seu comentário:

publicidade