nsc

publicidade

Mobilidade

Interdição de pista no Elevado do Rio Tavares, Sul da Ilha, começa nesta segunda-feira

Desvios serão sinalizados com cones e PMRv orienta o trânsito em horários de maior movimento

18/08/2019 - 14h51 - Atualizada em: 19/08/2019 - 08h53

Compartilhe

Clarissa
Por Clarissa Battistella
Vedação das juntas faz parte do acabamento da obra
Vedação das juntas faz parte do acabamento da obra

Há poucos dias de completar cinco meses da inauguração, uma das faixas da pista no Elevado do Rio Tavares, no Sul da Ilha, será bloqueada para manutenção. A interdição ocorre durante oito dias, a partir dessa segunda-feira (19).

A Prefeitura de Florianópolis informou que a medida estava prevista no calendário, em virtude da vedação da junta de dilatação da estrutura, trabalho de acabamento da obra, que foi aberta para tráfego no dia 23 de março deste ano.

Conforme o secretário de Infraestrutura Municipal, Valter Gallina, o procedimento é comum a qualquer estrutura semelhante ao elevado e deve ser feita até seis meses depois de inaugurada para uso:

— Precisa aguardar o tempo, o fluxo de veículos e, também, as intempéries, como chuva e sol, para a construção trabalhar, porque tudo isso faz com que ela vibre — explica.

De acordo com Gallina, as juntas ficam entre os pilares e, inicialmente, são feitas com madeira e isopor, até a edificação se acomodar. Em seguida, as juntas são vedadas com borracha e concreto.

— Programamos oito dias, porque são duas pistas: quatro dias ocorre em uma e nos outros quatro, na outra. O tempo é necessário para a cura do concreto.

Serviçoestava prevista no calendário da prefeitura
Serviço estava prevista no calendário da prefeitura
(Foto: )

Dificuldades no trânsito

Segundo o doutor em engenharia de transportes, José Leles de Souza, a interdição de uma das pistas poderá causar transtornos aos motoristas durante boa parte da semana:

— Houve uma mudança há pouco tempo, quando se passou a usar o elevado. Agora vai ocorrer mais uma mudança temporária. É claro que vai formar filas e causar alguma dificuldade — antecipa.

O secretário informou que cones devem apontar para o desvio, assim como a Polícia Militar Rodoviária deve orientar nos horários de maior movimento. Nos oito dias de manutenção uma das faixas do elevado fica aberta para tráfego.

— Quem vai em direção ao Campeche, antes de entrar no elevado, vai encontrar um desvio a direita. Assim como há possibilidade de seguir pelo elevado, só que em apenas uma pista — completa.

Também, já prevendo o contratempo que pode ocasionar aos motoristas, o bloqueio foi divulgado pela prefeitura com cinco dias de antecedência. O Código de Trânsito prevê, em casos de intervenção com desvios ou bloqueios programados, que se comunique 48h antes de iniciada a interdição, ainda segundo Leles:

— Só não é necessário informar com antecedência quando a mudança no tráfego é algo emergencial — conclui.

Tempo chuvoso

Mesmo com chuva ou tempo nublado, a programação deve ser mantida, segundo Gallina. O secretário informou que o assunto foi debatido junto ao engenheiro responsável pelos trabalhos neste domingo (18) e ficou decidido que os serviços iniciam pela manhã: se ficar impossibilitado de continuar, os responsáveis reavaliam.

Deixe seu comentário:

publicidade