nsc
dc

Superação

Internado na UTI com Covid-19 desde julho, paciente de Curitibanos recebe alta; veja o vídeo

A vitória sobre a doença foi comemorada pelos familiares e profissionais de saúde do hospital

03/02/2021 - 11h02 - Atualizada em: 03/02/2021 - 19h01

Compartilhe

Redação
Por Redação DC
Recuperado da Covid, paciente é homenageado ao sair do Hospital Regional Hélio Anjos Ortiz
Recuperado da Covid, paciente é homenageado ao sair do Hospital Regional Hélio Anjos Ortiz
(Foto: )

Depois de uma batalha de seis meses contra a Covid-19, um paciente de Curitibanos, no Meio-Oeste de SC, recebeu alta do hospital na manhã de terça-feira (2). A vitória sobre a doença foi comemorada pelos familiares e profissionais de saúde da instituição. O servidor público Luciano Turatto, de 45 anos, entrou para a lista dos mais de 550 mil catarinenses recuperados da doença. 

> Veja o mapa de evolução do vírus em Santa Catarina

Positivado para Covid-19 em julho de 2020, Luciano apresentou sintomas graves da infecção, como febre, feridas na boca e diarreia. Antes mesmo de receber o resultado do exame, ele foi internado no Hospital Regional Hélio Anjos Ortiz. Foram 188 dias de internação, sendo 172 deles na UTI, com necessidade de respiração mecânica por 115 dias.

Veja a homenagem da equipe médica e familiares:

Conforme o médico que acompanhou o tratamento, Hélio Anjos Ortiz Junior, o caso de Luciano foi o mais longo de tratamento de Covid-19 na unidade. O coronavírus afetou com gravidade os pulmões, o fígado, rins, coração e o cérebro do paciente.

— O vírus atacou, praticamente, todos os órgãos do Luciano. Ele desenvolveu diversas e sérias complicações como pneumonia, encefalite e insuficiência hepática, cardíaca e renal e foi vencendo cada uma delas — afirmou o médico.

Alta do hospital é comemorada

Luciano deixou o hospital por volta das 11h de terça (2) ao som de palmas dos profissionais de saúde que trabalham na instituição. O trajeto para casa foi acompanhado por uma carreata em homenagem aos seis meses de luta do servidor.

Aos 45 anos, ele terá que reaprender a fazer coisas que eram comuns antes de adoecer, como falar e caminhar e contará com o apoio da família para a plena recuperação.

> Tire as dúvidas que ainda restam sobre a vacina da Covid-19

Vitória sobre a Covid-19 emociona familiares

A mãe de Luciano, Alba Turatto, e as irmãs, Cristiane e Roseliane Turatto, acompanharam de perto o dia a dia na unidade hospitalar. Elas destacam o trabalho incansável da equipe médica ao tratar as inúmeras complicações graves da Covid-19 e destacam a fé inabalável que tiveram na recuperação de Luciano.

— Durante todo esse tempo, tivemos dias muito tristes, em que as notícias não eram boas, dias em que a situação dele piorava e a gente não sabia o que esperar do dia seguinte. Ainda assim, meu coração de mãe sempre me dizia que ele iria viver — lembra a mãe.

> Mais de 2,4 milhões já receberam uma dose da vacina contra a Covid no Brasil

A esposa Teresinha Oliveira Fogaça e a filha, Eduarda Turatto, de 12 anos, contam que também mantiveram uma corrente de energia positiva durante todo o tratamento de Luciano.

— Quando ele adoeceu nós fizemos uma oração e prometemos um ao outro que ele voltaria. Vencemos um período difícil, mas agora só temos que agradecer por ele estar de volta entre nós — relatou Teresinha.

Colunistas