publicidade

Esportes
Navegue por

Repúdio

JEC emite nota de repúdio após ataque contra van de torcedores do Maringá 

Ataque aconteceu após a partida deste sábado, na BR-101

13/05/2019 - 12h12 - Atualizada em: 13/05/2019 - 14h18

Compartilhe

Redação
Por Redação AN

O Joinville Esporte Clube emitiu nota de repúdio após ataque contra van de torcedores do Maringá. De acordo com a diretoria do Maringá Futebol Clube, o ataque aconteceu na BR-101, em Garuva, depois da partida disputada neste sábado (11) entre os dois times, que resultou no empate de 0 a 0.

Policiais realizaram a escolta da van até à cidade. No trajeto, após a PM deixar de acompanhar a torcida, o veículo foi apedrejado.

Aproximadamente 15 torcedores do Maringá voltavam para casa. Ainda de acordo com o Maringá, além dos danos causados a van, como retrovisores e vidros quebrados, dois torcedores ficaram feridos durante a investida, mas sem gravidade.

Na nota, o JEC disse que a conduta não condiz com a torcida do clube e repudia a ação. Até a manhã desta segunda-feira (13), ninguém havia sido preso suspeito do ataque.

Veja a nota do JEC na íntegra:

"O JEC, através de sua diretoria, vem a público, comunicar que repudia com veemência, quaisquer atos de violência entre torcedores. E que a violência fora dos estádios, praticadas por pessoas que se dizem “torcedores”, não condizem com o comportamento esperado pela sociedade.

O JEC, se solidariza com os torcedores do Maringá FC, que sofreram ataque em Garuva, por parte de pessoas que não representam a grande torcida tricolor, e nem a instituição JEC.

Por fim, o JEC ressalta a importância que os fatos sejam apurados, e os responsáveis sejam punidos severamente, para que este tipo de violência não volte acontecer, e que os eventos esportivos não sejam manchados por tais atos".

Nota do Maringá:

"O Maringá Futebol Clube repudia com veemência o ataque sofrido pelos nossos torcedores após o empate em 0 a 0 com o Joinville, pela segunda rodada da Série D. No retorno a Maringá, próximo de Garuva – SC, na BR-101, após os policiais realizarem a escolta, um grupo de aproximadamente 15 torcedores do Joinville realizou uma emboscada e apedrejaram a van que levou parte de nossa torcida para a partida.

Além dos danos causados no veículo da empresa Chico Garcia Tour, como retrovisores e vidros quebrados, tivemos dois torcedores feridos, mas sem gravidade. Esperamos que os órgãos competentes apurem e punam os responsáveis pelo ato covarde realizado contra nossos torcedores, que viajaram para, única e exclusivamente, apoiar e torcer pelo MFC.

Infelizmente a violência, principalmente fora dos estádios, continua, e a punição aos bandidos que se dizem torcedores deve ser ainda mais rigorosa, para que o espetáculo em campo não seja manchado por fatos como esses.

Por fim, o Maringá FC é contra qualquer ato de violência, independente do lugar, e se solidariza com os torcedores afetados, se colocando à disposição para contribuir com as investigações".

Deixe seu comentário:

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação