Uma das obras mais esperadas na zona Sul de Joinville ganhou um evento de inauguração na manhã deste domingo (10). Foram investidos R$ 14 milhões na requalificação do Eixo Copacabana, no bairro Floresta.

Continua depois da publicidade

Clique para entrar na comunidade do WhatsApp

A inauguração fez parte da agenda de comemorações dos 173 anos de Joinville e contou com atividades recreativas e esportivas. O evento teve a presença do prefeito Adriano Silva (Novo), da vice-prefeita Rejane Gambin e contou com a presença da comunidade e demais autoridades.

“Melhor experiência”: conheça a casa com um dos aluguéis mais caros de Joinville

Veja fotos do evento

Continua depois da publicidade

— Essa é uma obra gigantesca, não só de requalificação, mas principalmente na parte da drenagem, que trouxe uma segurança hídrica para a região. Para a mobilidade, facilita muito ter o asfalto no lugar do paralelepípedo em uma rua com o fluxo de veículos intenso como a Copacabana. Quero agradecer aos moradores aqui da região que entenderam a complexidade da obra e reforçar que estamos entregando dentro do prazo — diz o prefeito Adriano Silva.

A obra teve início em março de 2022 e contou com recursos do município, obtidos por meio de financiamento junto ao Banco do Brasil. Os trabalhos foram executados pela Infrasul, empresa vencedora da licitação.

A requalificação asfáltica do trecho é considerada emblemática e há décadas é aguardada pela população. Patricia Flavia Sumik mora há 26 anos na região e conta que ver a obra concluída era uma desejo antigo dos moradores. 

— Mudou muita coisa. Desde que eu moro aqui já se falava em asfaltar, porque essa rua era um caos. Agora está muito melhor para transitar — comenta a auxiliar administrativo.

Continua depois da publicidade

A requalificação contemplou obras de drenagem e a pavimentação de 3,6 quilômetros das ruas Copacabana, Antônio Bernardo Tromm, Francisco Alves, Sorocaba e Antônio Ramos Alvim, no bairro Floresta.

Uma das etapas do trabalho foi a execução das obras de drenagem, com a instalação da nova rede que possui maior capacidade de vazão pluvial. O resultado é a redução do risco de enchentes que eram recorrentes na região.

Conforto, segurança e fluidez no trânsito

O objetivo da obra foi trazer mais conforto e segurança para a população, assim como , trazer mais fluidez no trânsito da região e da qualidade do transporte coletivo, já que a rua Copacabana é um dos principais eixos de acesso à cidade, com ligação a outras importantes ruas como a Santa Catarina, o Terminal Sul e a própria BR-101.

Nas ruas contempladas pelas obras, operam 10 linhas de ônibus do transporte coletivo, que transportam diariamente cerca de 4,8 mil passageiros. Um estudo da Secretaria de Pesquisa e Planejamento Urbano aponta que cerca de 10 mil veículos passam pela Copacabana diariamente.

Continua depois da publicidade

Dentro do projeto de pavimentação asfáltica, foram executados e revisados o sistema de drenagem pluvial, a estruturação das ruas, a implantação de revestimento asfáltico, execução de meio-fio e confecção de bocas de lobo. A Companhia Águas de Joinville também fez as obras necessárias de tubulação antes que a pavimentação fosse executada.

Completando essa etapa do projeto, o Departamento de Trânsito (Detrans) executou as ações de sinalização horizontal e vertical nas ruas Copacabana, Francisco Alves, Sorocaba, Jaroslau Clemente Pesch e Américo Vespúcio.

Nas vias foram instaladas placas, calotas, tachões e lombadas. Também foi implantada infraestrutura cicloviária conectando as ruas Santa Catarina e Anita Garibaldi.

Para aumentar a segurança e a fluidez no trânsito, foram implantadas rotatórias nos cruzamentos das ruas Copacabana com a Francisco Alves e com a Antônio Ramos Alvim.

Continua depois da publicidade

Ainda na rua Copacabana, foram feitas faixas de conversão e aceleração nas esquinas com as ruas Jeroslau Clemente Pesch e Américo Vespúcio, já que nessas ruas foi implantado um binário.

A parte de sinalização da Requalificação do Eixo Copacabana recebeu investimento do Detrans, no valor de R$ 131.607,76 com serviços de sinalização viária, incluindo pintura, delimitadores e placas.

Parceria da comunidade

Durante o trabalho de Requalificação do Eixo Copacabana, outro desafio encontrado pela Secretaria de Infraestrutura Urbana foi manter as condições de mobilidade ao longo das obras. Há grande fluxo de veículos que transitam pela rua Copacabana e ônibus que acessam a garagem da empresa Gidion, uma das operadoras do transporte coletivo de Joinville.

Nesse sentido, para minimizar os transtornos, a Seinfra se dedicou a montar um esquema logístico para que as obras não paralisassem a região. Além disso, foram realizados encontros mensais com os moradores.

Continua depois da publicidade

Fernando Luis da Silva, presidente da Associação de Moradores do Floresta, conta que participou de 20 reuniões junto à Seinfra levando as demandas dos moradores. 

— É uma obra muito importante para o bairro, que vai trazer desenvolvimento para o comércio e mobilidade — afirma Fernando.

Quem também esteve nas reuniões foi José Leopoldo Leite, que é presidente da Associação de Moradores do KM 7. 

— Era uma obra muito aguardada, porque tem um trânsito bastante grande e atende quem entra e sai da BR-101. Então foi um resultado fantástico, não só no asfalto, mas também na obra de drenagem”, comenta José.

Continua depois da publicidade

Leia também

FOTOS: Novo elevado de Joinville é inaugurado

Governo de SC anuncia repasse milionário para o Bolshoi no aniversário de Joinville

Trecho “mais crítico” de rodovia na Serra Dona Francisca terá obras de R$ 35 milhões

FOTOS: Veja como foi o aniversário de 100 anos de Joinville, uma das maiores festas da cidade

Destaques do NSC Total