nsc
an

Acidente

Joinville tem registro de 50 animais atropelados em 2022; veja bairros com mais casos

No total, Centro de Bem-estar Animal atendeu 210 animais no primeiro semestre

09/07/2022 - 13h00

Compartilhe

Isadora
Por Isadora Nolf
Centro de Bem-Estar Animal, em Joinville
Sede do Centro de Bem-Estar Animal de Joinville
(Foto: )

O Centro de Bem-Estar Animal (CBEA) de Joinville registrou 50 animais atropelados pelas ruas da cidade desde o começo de 2022. O número representa apenas os casos que chegam ao órgão, normalmente à pedido de pessoas que testemunham os acidentes, além da Polícia Militar do Ministério Público.

> Acesse para receber notícias de Joinville e região pelo WhatsApp

Segundo os registros do CBEA, os atropelamentos acontecem com mais frequência nas regiões Norte e Sul de Joinville, em bairros como Jardim Paraíso, Aventureiro, Paranaguamirim e Ulysses Guimarães.

No total, o centro atendeu 210 animais ao longo do ano, tanto por atropelamento, quanto por maus-tratos, casos de animais violentos e até doenças contagiosas.

Elisabet Mendes, gerente do CBEA, explica que a responsabilidade pelos animais recai diretamente sobre o tutor, e que não é papel da cidade evitar os atropelamentos. Segundo ela, "o município 'não tem pernas' para se responsabilizar por todos os animais da cidade".

> Animal comunitário: por que cão não precisou ser recolhido em Joinville

Com isto em mente, ela reforça que existem várias formas de evitar esse tipo de acidente. Uma vez que animais castrados costumam sair de casa com menos frequência, a cidade realiza mutirões de castração. Também são feitos mutirões de microchipagem, que ajudam a localizar o animal em caso de fuga. 

Para castrar um animal, o tutor deve acessar o site da prefeitura e conferir os documentos necessários para aprovar o pedido de castração.

Como procurar o Cbea

O Centro de Bem-Estar Animal é encarregado de atender animais feridos, vítimas de violência ou em situação de abandono. Os casos de atropelamento de animais sem tutor devem ser reportados ao CBEA pelo telefone 156, da Ouvidoria Pública de Joinville, de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h.

Após esse horário, ou em casos de emergência, pode-se entrar em contato pelo telefone (47) 3433-6751 (de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h), ou pelo plantão do CBEA, no telefone (47) 98813-8662 (de segunda a sexta-feira, das 19h às 7h e 24 horas nos finais de semana, feriados e pontos facultativos).

Em caso de emergência, o Cbea faz o resgate imediato do animal e o encaminha para uma clínica conveniada à perefeitura. Depois de uma bateria de exames, o animal fica na clínica recebendo cuidados até receber alta. 

Se, por infortúnio, o animal morrer no acidente, a empresa Ambiental faz a coleta do corpo a qualquer hora do dia. Ela pode ser acionada pelo WhatsApp (47) 99963-5900. 

Leia mais:

Para verificar acordo, Centro de Bem-estar Animal de Joinville vai passar por inspeção

Um a cada 20 casos de maus-tratos a animais vira condenação em SC e número expõe impunidade

Colunistas