Santa Catarina deve ter temperaturas acima da média no mês de junho. Além disso, as chuvas devem ficar abaixo da média, em especial no Oeste do Estado. A previsão é do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).

Continua depois da publicidade

Siga as notícias do NSC Total pelo Google Notícias

Segundo a Epagri/Ciram, a previsão é de 110 a 170 milímetros de chuva no mês, entre o Oeste e Meio Oeste, e de 70 a 130 milímetros do Planalto ao Litoral.

Os próximos meses também são quando os ciclones extratropicais tendem a ocorrer, mais próximos ao litoral. Isso ainda oferece perigo às embarcações, com ventos fortes e mar agitado, que resultam, muitas vezes, em ressaca.

Além das chuvas abaixo da média, a previsão é para temperaturas acima do que normalmente é registrado no mês. Não significa, necessariamente, calor: o inverno que começa no dia 21 de junho ainda deve ser frio, como é característico da estação.

Continua depois da publicidade

Mapas do Inmet mostram que, em boa parte de Santa Catarina, a temperatura pode ficar entre 0,5°C a 1°C mais quente que a média dos últimos anos. Ainda assim, devem permanecer abaixo dos 20ºC, e até menos que 14ºC em áreas mais altas.

A temperatura da superfície do mar chega à neutralidade, indicando o fim do El Niño, conforme a previsão para maio. No decorrer do inverno, o fenômeno La Niña começa a se formar.

La Niña em 2024

A expectativa é que o La Niña se forme em julho deste ano. O fenômeno ocorre quando as águas do Pacífico começam a esfriar (ao contrário do El Niño, quando a temperatura da superfície do mar costuma aumentar), trazendo mais possibilidade de estiagem e frio no Sul do país. Os impactos devem ser sentidos já no fim do inverno e começo da primavera.

Veja fotos das geadas até agora

Continua depois da publicidade

Leia também

Pouca chuva e temperaturas acima da média: saiba o que esperar do inverno em SC

Frente fria traz chuva e ventos a Santa Catarina nesta quinta-feira

Destaques do NSC Total