nsc
santa

publicidade

Mediãção

Justiça convoca audiência de conciliação mediar acordo sobre o transporte de Blumenau

Objetivo é buscar uma solução entre o sindicato que representa os motoristas e cobradores com o sindicato patronal das empresas de transporte de passageiros

21/11/2019 - 16h40 - Atualizada em: 21/11/2019 - 16h43

Compartilhe

Redação
Por Redação Santa
Transporte público Blumenau
Ainda há indefinição sobre um possível estado de greve do transporte coletivo.
(Foto: )

A Justiça do Trabalho convocou uma audiência para a próxima segunda-feira (25) com a finalidade de negociar o reajuste da data-base dos motoristas e cobradores de Blumenau. A reunião será no Tribunal Regional do Trabalho da 12ª Região, em Florianópolis, às 15h.

O objetivo da Justiça é mediar uma conversa formal e buscar um acordo entre o sindicato que representa os funcionários da categoria no município (Sindetranscol) e o sindicato patronal das empresas de transporte de passageiros em Santa Catarina (Setpesc).

Mesmo com a audiência, o Sindetranscol ressaltou que irá manter a assembleia com os trabalhadores marcada para a sexta-feira (22). O presidente da categoria, Pradelino Moreira da Silva, afirma que o posicionamento do sindicato sobre a campanha salarial será decidido após discussão com os trabalhadores.

— Negociação é entre empresa e sindicato, por isso que a gente está chamando a assembleia. Queremos saber qual é o encaminhamento que iremos ter nos próximos dias.

Já a Blumob, empresa concessionária do transporte coletivo em Blumenau, destacou em nota que continua confiando na competência da Justiça para mediar que "cada uma das partes possa expor suas razões para um acordo, sem necessidade de transtornos aos usuários, funcionários e à cidade".

O que a categoria quer

A base na negociação do Sindetranscol envolve o pedido de reajuste de 5% no salário categoria, e 10% no tíquete alimentação. O restante, conforme o sindicato, são "cláusulas sociais" e outras situações não financeiras, como a mudança da data-base da categoria, que foi no dia 1º de novembro, e a mudança na nomenclatura dos cobradores de ônibus para "agentes de bordo".

Relembre o caso

No dia 31 de outubro, os funcionários da Blumob cruzaram os braços das 3h30min às 6h da manhã. Nesse período os ônibus não deixaram os terminais do Garcia, Fonte, Proeb, Aterro, Fortaleza e Velha, pegando os passageiros de surpresa. O sindicato diz que o protesto foi motivado pela falta de negociação por parte dos patrões. A Blumob rebateu e chegou a emitir uma nota oficial.

Deixe seu comentário:

Últimas notícias

Loading interface... Todas de Cotidiano

publicidade

Colunistas

    publicidade

    publicidade

    publicidade