nsc
    hora_de_sc

    Ranking

    Kobe Bryant entra para lista da Forbes de famosos mortos que mais faturaram no ano

    Michael Jackson, Elvis Presley e Bob Marley também aparecem no ranking

    14/11/2020 - 18h07

    Compartilhe

    Folhapress
    Por Folhapress
    O ídolo do Los Angeles Lakers faturou 20 milhões de dólares (R$ 109 milhões na cotação atual) após a morte
    O ídolo do Los Angeles Lakers faturou 20 milhões de dólares (R$ 109 milhões na cotação atual) após a morte
    (Foto: )

    A revista Forbes divulgou na sexta-feira (13) a lista de celebridades mortas que mais faturaram em 2020. Kobe Bryant, astro da NBA que morreu em janeiro deste ano vítima de um acidente de helicóptero, aparece no ranking.

    O ídolo do Los Angeles Lakers faturou 20 milhões de dólares (R$ 109 milhões na cotação atual) após a morte e aparece em sexto na lista. Os produtos oficiais do jogador esgotaram depois da tragédia e mais de 300 mil cópias de sua autobiografia foram vendidas.

    No topo do ranking, aparece Michael Jackson, que morreu em junho de 2009. O Rei do Pop lucrou 48 milhões de dólares (R$ 262 milhões) em 2020.

    Kobe Bryant não é a única celebridade esportiva da publicação. O ex-golfista Arnold Palmer, que morreu em setembro de 2016 por problema cardíaco, é o quarto da lista, com 25 milhões de dólares (R$ 136,4 milhões) lucrados em 2020. A fortuna é fruto de parceria com a Mastercard, além de acordo com a Arizona Beverages para comercialização de um chá gelado que leva o seu nome.

    Veja a lista completa das celebridades mortas que mais lucraram em 2020

    - Michael Jackson - US$ 48 milhões

    - Dr. Seuss - US$ 33 milhões

    - Charles Schulz - US$ 32,5 milhões

    - Arnold Palmer - US$ 25 milhões

    - Elvis Presley - US$ 23 milhões

    - Kobe Bryant - US$ 20 milhões

    - Juice WRLD - US$ 15 milhões

    - Bob Marley - US$ 14 milhões

    - John Lennon - US$ 13 milhões

    - Prince - US$ 10 milhões

    - Freddie Mercury - US$ 9 milhões

    - George Harrison - US$ 8,5 milhões

    - Marilyn Monroe - US$ 8 milhões

    Colunistas