Segundo a Polícia Rodoviária Federal, no ano passado, ao menos 1.387 condutores foram flagrados sem o farol ligado durante o dia em rodovias de pista simples. A Lei 14.071/2020, conhecida como “Lei do farol”, está em vigor há quase três anos, porém ainda causa dúvidas nos motoristas, que devem ficar atentos ao transitar.

Continua depois da publicidade

Siga as notícias do NSC Total pelo Google Notícias

A Lei do Farol, que exigia o uso de faróis baixos em rodovias durante o dia, foi alterada em abril de 2021. Desde então, o uso dos faróis baixos durante o dia só é obrigatório em rodovias de pista simples situadas fora de perímetros urbanos, ou seja, nas estradas em que não existe separação física entre as pistas de sentido diferente (canteiro, guard-rail ou muro).

Os carros mais modernos, que possuem luz de condução diurna (DRL), estão dispensados de usar os faróis durante o dia, mesmo em estradas de pista simples. Já durante a noite, o uso dos faróis baixos continua obrigatório em todas as vias e por todos os tipos de veículos (mesmo aqueles com DRL).

A não utilização dos faróis baixos nas situações nas quais eles são obrigatórios é infração média, sujeita a multa de R$ 130,16 e quatro pontos no prontuário do motorista. 

Continua depois da publicidade

Vale dizer que, embora não seja mais obrigatório, o uso dos faróis baixos durante o dia contribui para maior segurança no trânsito, como já foi mencionado. Se o motorista quiser dirigir com os faróis acesos em qualquer estrada, não há problema algum, desde que o farol esteja bem regulado e não ofusque a visão do motorista que vem em sentido oposto.

Leia mais

VÍDEO: Cratera se abre na BR-470 e “engole” carro no Alto Vale do Itajaí

Quarta-feira de Cinzas começa com chuvas em SC; veja a previsão

Rodovias de SC têm aumento de 50% no fluxo de veículos no final do Carnaval

Destaques do NSC Total