nsc

publicidade

Irresponsabilidade

Linhas com cerol atingem carro e motocicleta na Via Expressa, em Florianópolis

Casos seguem acontecendo apesar da morte de uma mulher que pilotava na BR-282

24/07/2019 - 19h45 - Atualizada em: 24/07/2019 - 21h10

Compartilhe

Redação
Por Redação Hora
Linha cortou plástico que envolve o retrovisor do veículo
Linha cortou plástico que envolve o retrovisor do veículo
(Foto: )

Pelo menos mais dois veículos foram atingidos por linhas de cerol usadas em pipas soltas na região da comunidade Chico Mendes, que fica às margens da BR-282, no limite entre Florianópolis e São José. Os casos foram registrados durante a tarde de terça-feira (23).

Em um dos casos, a linha chegou a cortar o retrovisor do carro de uma moradora da Capital, que passava pela rodovia. Quase na mesma hora, um motociclista foi atingido pela linha. O homem chegou a gravar um vídeo em que conta como a história aconteceu.

Ele conta que chegou a identificar o dono da pipa, que acabou fugindo. O motociclista só não se feriu porque a moto dele possui um para-brisa, onde a linha acabou se enroscando, sem atingi-lo em alguma área que pudesse lhe causar ferimentos.

No entanto, em uma situação semelhante, a moradora de Biguaçu, Josiane Marques, de 34 anos, não teve a mesma sorte e acabou morrendo, no sábado (20).

O delegado Manoel Galeno, que investiga a morte de Josiane, diz que conversou com os policiais que atenderam o caso do motociclista. Segundo ele, os agentes informaram que há muitas pipas com cerol sendo soltas diariamente na região, dificultando o trabalho de identificar quem são as pessoas que cometem o crime de colocar em risco os motociclistas que passam pelo trecho.

— Ali, toda papelaria, todo bar, todos vendem o cerol. Estamos atrás, vamos ver quem é o possível rapaz que soltou essa pipa — diz.

Protesto

O caso de Josiane emocionou motociclistas de Florianópolis e região. Um grupo planeja um ato contrário à prática de soltar pipas com cerol. A manifestação está prevista para ocorrer na domingo (28). Os manifestantes devem sair da Avenida Beira-Mar Norte, em Florianópolis e seguir até a BR-282, onde aconteceu a morte de Josiane.

Deixe seu comentário:

publicidade