Após a repercussão do fechamento da histórica Livros & Livros, na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), a reitoria reviu alguns pontos e enviou um novo termo, que foi assinado nesta terça-feira (6). Com isso, a livraria permanecerá no local até a universidade fazer uma nova licitação para o espaço.

Continua depois da publicidade

Siga as notícias do NSC Total pelo Google Notícias

De acordo com o sócio da Livros & Livros, Lauro Cesar Voltolini de Almeida, um dia após o anúncio de fechamento, a reitoria chamou os sócios da livraria para conversar sobre as cláusulas que foram consideradas “impraticáveis” pela empresa. A UFSC aceitou os pontos levantados e enviou um novo termo.

Conforme a UFSC, a nova versão não alterou questões legais obrigatórias, como a exigência de seguro contra incêndio, Porém, considerando as alegações da gerência da livraria, a reitoria reavaliou a forma de aplicação de multas e a redução de valores aplicáveis em período de recesso das atividades da universidade.

Com isso, a livraria vai permanecer no campus até a universidade fazer uma nova licitação para o espaço, que será para uma livraria também. De acordo com a UFSC, não há um prazo definido para a realização da licitação.

Continua depois da publicidade

— Depois que sair a licitação e tiver um ganhador, daí nós temos 60 dias para sair. Se a licitação for boa, nós pretendemos participar — explica o sócio da Livros & Livros.

Fechamento da livraria repercute

O anúncio do fechamento ocorreu por conta de um impasse com a atual gestão da universidade. A Livros & Livros é locatária desde 2003 de um espaço dentro do Centro de Cultura e Eventos. Com o fim do contrato, a reitoria fez uma proposta para manter a livraria no local até sair uma nova licitação.

De acordo com uma nota publicada pela livraria, no dia 29 de dezembro de 2023, a universidade teria enviado um Termo de Compromisso com cláusulas consideradas “impraticáveis” pela Livros & Livros, principalmente no período de recesso das aulas.

“O Termo de Compromisso enviado para nós simplesmente excluiu do nosso contrato a previsão de desconto que sempre tivemos durante os meses de recesso (janeiro, fevereiro e julho). E como se não bastasse, colocaram uma multa absurda em caso de inadimplência”, diz parte da nota da Livros & Livros.

Continua depois da publicidade

Leia também

Livrarias de SC usam criatividade para desviar de crise do mercado

10 dicas de livros para ler em feriados

Conheça a modelo que retratou o cotidiano do interior de SC em livro

Destaques do NSC Total