nsc
    dc

    Lava-Jato

    Lula pode ser vizinho de Cunha em prisão no Paraná caso seja transferido

    PF pediu na terça-feira que ex-presidente deixe sala na superintendência em Curitiba, alegando que o local não é apropriado para o cumprimento de pena

    25/04/2018 - 06h58 - Atualizada em: 25/04/2018 - 07h00

    Compartilhe

    Por Redação NSC
    (Foto: )

    Caso o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva seja transferido do prédio da superintendência da Polícia Federal (PF), como foi solicitado pelo órgão na terça-feira (24), ele pode ser levado a uma sala que já está reservada para este fim no Complexo Médico Penal de Pinhais, região metropolitana de Curitiba, e que fica ao lado do corredor em que estão presos outros condenados da Lava-Jato, como Eduardo Cunha. As informações são da colunista da Folha de S. Paulo Mônica Bergamo.

    No pedido de transferência, classificado como urgente, a corporação pediu à juíza Carolina Lebbos que o petista seja levado a "um estabelecimento prisional adequado para o cumprimento da pena imposta", pois a sala em que ele se encontra não é apropriada "para a longa permanência de pessoas alojadas", tendo sido improvisada. O ex-presidente ocupa uma sala especial no último andar da PF desde o dia 7 de abril.

    Ainda de acordo com a colunista, quem também pode ser transferido para a mesma ala do Complexo Médico Penal de Pinhais é o ex-ministro José Dirceu. Condenado na Lava-Jato em segunda instância a 30 anos e 9 meses de prisão por corrupção passiva, organização criminosa e lavagem de dinheiro, ele está atualmente em prisão domiciliar.

    Leia mais notícias de Política no Diário Catarinense

    Colunistas