nsc
santa

Saudade

Mãe e filha que morreram de Covid em Indaial ganham homenagem em redes sociais: "Porto seguro"

Melhor amiga da jovem relatou a dor da perda e relembrou os bons momentos vividos ao lado de Ana Carla

30/03/2021 - 18h06 - Atualizada em: 31/03/2021 - 05h41

Compartilhe

Brenda
Por Brenda Bittencourt
Mãe e filha morreram com 12 horas de diferença nesta segunda-feira (29) em Indaial
Mãe e filha morreram com 12 horas de diferença nesta segunda-feira (29) em Indaial
(Foto: )

“Sei que você não vai ler este texto”. Esta é parte de uma homenagem escrita por Ana Caroline Tomasi, melhor amiga de Ana Carla Leal, 27 anos, que morreu de Covid-19 no mesmo dia em que a mãe, Doralina de Fátima Siqueira Leal. As duas estavam internadas desde o início de março na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em Indaial, mas não resistiram às complicações da doença e morreram com 12 horas de diferença.

> Receba todas as notícias do Santa no seu WhatsApp. Clique aqui.

Na publicação feita no Instagram, Ana Caroline relatou como foi a relação das duas durante os 10 anos de convívio e lembrou de alguns momentos marcantes da amizade.

“Você era meu porto seguro”, disse a amiga em meio a palavras de dor e sofrimento pela perda precoce de Ana Carla. Na homenagem publicada, é possível ter noção do sentimento de tristeza avassalador que tomou conta dela e dos familiares.

Em entrevista ao Santa, Ana Caroline, 26 anos, contou o quanto as duas viviam fazendo planos, conversando sobre as viagens que fariam e sobre os filhos, que seriam afilhados de cada uma futuramente. A analista de marketing ainda lembrou da última mensagem que ela recebeu da amiga, no início do mês:

— Ela foi internada, me mandou mensagem na mesma hora avisando e a última mensagem que eu recebi dela foi "oi, vou pra UTI".

A amiga ainda diz que a qualquer momento parece que receberá uma mensagem com um convite para “comer um pastel, tomar um chope de vinho e ficar desabafando” e lamenta que nada do que ela escreva trará a confidente de volta.

Ela ainda lembra dos sonhos que as duas tiveram juntas, as metas e objetivos traçados que estavam planejados e elas não viam a hora de realizar. Além disso, agradeceu pelo companheirismo, mas lembrou que “não queria que tivesse terminado aqui”.

Segundo a amiga, Ana Carla era uma menina doce, amada por todos que a rodeavam e sempres estava disposta a ajudar quem quer que fosse. Era amorosa com todos, familiares, amigos e namorado. 

— Ela era minha irmã do coração e eu vou levar ela comigo pra sempre, pra onde quer que eu vá! 

Na postagem, a jovem ainda homenageou a mãe, que era professora da Educação Infantil em Indaial e o irmão da garota, que morreu quando ainda era pequeno.

Ana Clara e Doralina morreram nesta segunda-feira (29) vítimas de coronavírus em Indaial. A mãe faleceu por volta de 1h, e a filha por volta das 14h. As duas foram veladas na cidade durante esta terça-feira (30). O sepultamento de Ana Clara ocorreu às 16h.

A reportagem tentou contato com os familiares e com o namorado da garota que não quiseram falar por estarem muito abalados com a tragédia que aconteceu na família Leal.

Colunistas