nsc
    dc

    Representatividade

    Maior festival de cinema LGBTI+ de Santa Catarina abre processo seletivo para edição 2020

    Inscrições pela internet vão até o dia 5 de abril

    27/03/2020 - 15h04

    Compartilhe

    Marina
    Por Marina Martini Lopes
    O Transforma busca títulos que abordem com profundidade temáticas relacionadas às discussões sobre diversidade sexual, de gênero e da cultura LGBTI+
    O Transforma busca títulos que abordem com profundidade temáticas relacionadas às discussões sobre diversidade sexual, de gênero e da cultura LGBTI+
    (Foto: )

    Importante vitrine nacional para a divulgação e fomento de conteúdos audiovisuais LGBTI+, o Transforma - Festival de Cinema da Diversidade de Santa Catarina está com inscrições abertas para a sua terceira edição, que acontece em Florianópolis, no CIC (Centro Integrado de Cultura), em data a ser definida em breve. Para integrar a seleção especial de filmes do evento é necessário preencher o formulário cadastral até o dia 5 de abril, através do site oficial.

    Reconhecido como o principal festival do segmento no estado e um dos mais relevantes de todo o país, o Transforma empenha-se na busca por títulos que abordem com profundidade temáticas relacionadas às discussões sobre diversidade sexual, de gênero e da cultura LGBTI+.

    - O Transforma é hoje um dos poucos festivais de cinema no país com foco nestas proposições. É também o primeiro e único em Santa Catarina. Isso tem um impacto significativo para a cultura regional, uma vez que proporciona representatividade para a população LGBTI+, ou seja, possibilita que essa se veja retratada em suas pautas e particularidades culturais; e, para o amplo público, proporciona pautas importantes para o desenvolvimento de uma sociedade plural, diversa e respeitosa - afirma Thomas Dadam, um dos organizadores do evento.

    Para a terceira edição, estarão aptos a participar da Mostra Competitiva filmes realizados em formato de curta-metragem com até 25 minutos, nas categorias de ficção, documentário e experimental, cujas produções foram finalizadas a partir de 2017 e realizadas em todo o território brasileiro. Os títulos inscritos passarão por um processo curatorial, composto por três nomes indicados pela produção do festival.

    Uma das novidades para a edição 2020 fica por conta da entrega do troféu Unicórnio de Ouro, que será outorgado aos vencedores das 22 categorias em disputa, com destaque para Filme (Júri Técnico e Voto Popular), Documentário (Júri Técnico e Voto Popular), Atriz, Ator, Roteiro, Direção, Direção de Arte, Direção de Fotografia, Direção de Som, Trilha Sonora, Olhar Transformador (Ficção e Documentário), Bapho Cultural (relativo à arte e cultura LGBT+), ADEH (diversidade sexual e defesa dos direitos humanos) e Afronte (filme que combate preconceitos sociais ou estruturas políticas dominantes).

    O roteiro de atrações do festival contempla também outras cidades, com sessões especiais em Chapecó, Lages, Criciúma, Blumenau e Joinville. - Esta terceira edição será a maior já realizada, contando com uma programação ampla e diversificada e atingindo outras regiões do estado. É importante salientar também que toda a programação é gratuita, o que contribui para a democratização do acesso ao cinema e à cultura - finaliza Arthur Gomes, produtor do evento.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Entretenimento

    Colunistas