nsc
santa

De Blumenau para o mundo

Maior jogadora de handebol do Brasil, blumenauense Duda Amorim anuncia aposentadoria

Último jogo da carreira da blumenauense foi neste domingo, na Romênia

30/05/2022 - 16h11

Compartilhe

Bianca
Por Bianca Bertoli
Duda Amorim deixa as quadras aos 35 anos
Duda Amorim deixa as quadras aos 35 anos
(Foto: )

A blumenauense Duda Amorim anunciou a aposentadoria aos 35 anos. O último jogo da carreira dela ocorreu neste domingo (29) e terminou em vitória, encerrando com chave de ouro uma trajetória cheia de sucesso no handebol. Duda já havia saído da seleção brasileira no ano passado e agora decidiu deixar as quadras definitivamente.

> Clique aqui e receba notícias do Vale do Itajaí pelo WhatsApp

Duda se tornou o principal nome da modalidade no país e se consolidou como uma das maiores do esporte em nível mundial. Atuou por mais de 15 anos na Europa, tendo passado pela Macedônia, onde defendeu o clube Kometal Gjorge Petrov, e por mais de 10 anos ficou na Hungria, no Gyori Eto KC. Atualmente estava na Romênia, no Bucharest.

Antes do jogo deste domingo (29), o último da temporada, prometeu se despedir “da melhor maneira possível". E assim foi. O time venceu a competição.

“Esse dia chegou, passa um filme na cabeça”, escreveu, em tom de despedida, nas redes sociais. Páginas de esporte e figuras conhecidas prestaram homenagem à profissional, que deve se dedicar a outros projetos.

De Blumenau para o mundo

A blumenauense foi escolhida como a melhor jogadora do mundo da década no ano passado (2011/2020). A eleição foi promovida pelo site Handball Planet, um dos mais importantes na modalidade. Na mesma votação, através de escolha popular, Duda foi considerada a melhor defensora dos últimos dez anos. 

Entre outros títulos, a catarinense de Blumenau é campeã mundial, tendo sido escolhida a melhor atleta do torneio, tricampeã pan-americana pela Seleção Brasileira e pentacampeã da Champions League de clubes.

Leia também

Duda Amorim é eleita a melhor jogadora de handebol da Europa

Primeiro brasileiro a conhecer todos os países fala de Jesse e Shurastey: "Morreram felizes"

Fusca que saiu de SC para percorrer as Américas chega a Nova York e dá 'rolê' na Time Square

Colunistas