nsc
hora_de_sc

Força-tarefa

Mais de 70 pessoas trabalham para recolher o lixo do Carnaval de Florianópolis

Funcionários da Comcap fizeram a limpeza das vias até as 6h deste domingo

23/02/2020 - 09h33 - Atualizada em: 23/02/2020 - 09h44

Compartilhe

Bianca
Por Bianca Bertoli
Lixo de foliões acumulou por diversos cantos das ruas
Lixo de foliões acumulou por diversos cantos das ruas
(Foto: )

Uma força-tarefa retirou o lixo acumulado das ruas do Centro de Florianópolis, na Passarela Nego Quirido e na região de Santo Antônio de Lisboa. Pouco antes das 6h deste domingo (23) toda a sujeira dos blocos dos sujos já havia sido removida pelos 72 funcionários da Comcap, empresa que realiza o serviço de coleta de lixo na cidade.

A empresa informará a quantidade coletada apenas quando o Carnaval terminar. Porém, por meio da assessoria de imprensa, comunicou que a percepção é que o total será semelhante ao do ano passado, quando quase 53 toneladas foram recolhidas nos dias de folia.

A Comcap, pela primeira vez, cuida também da limpeza nas áreas privadas da Passarela Nego Quirido. No desfile das escolas deste sábado (22), o bloco da limpeza passou com a mascote "bernunça", para chamar atenção sobre as metas do Floripa Lixo Zero 2030.

Outra medida inédita foi a distribuição de equipamentos para os foliões entregarem de forma separada o vidro, metal, plástico e papel. Os pontos de entrega de vidro instalados no Centro de Florianópolis são até decorados para o Carnaval, com a imagem da "bernunça". São quatro destes no Centro, além de outros 50 latões para recicláveis (cor azul) e 50 para rejeitos (cor cinza).

Os grupos de 250 trabalhadores para a limpeza das ruas serão distribuídos entre a Ilha (Centro, Norte, Sul e Leste) e o Continente. O maior efetivo foi neste sábado (22) à noite, na região central de Florianópolis, com equipes durante a madrugada.

Recomendação

A orientação da Comcap é para que o folião recicle seus hábitos, procure contentores identificados para os resíduos recicláveis como vidro, papel, metal e plástico. Isso se não puder levar as embalagens vazias para casa para encaminhá-las de forma mais adequada à coleta seletiva.

"Bernunça" passou pela Passarela Nego Quirido
"Bernunça" passou pela Passarela Nego Quirido
(Foto: )

Deixe seu comentário:

Últimas notícias

Loading interface... Todas de Cotidiano

Colunistas