nsc
    dc

    CATARINENSE 2020

    Marcílio Dias vence a Chapecoense e encosta nos líderes 

    Marinheiro chega a dez pontos junto com Figueirense e Brusque. Verdão é vice-lanterna

    09/02/2020 - 19h10

    Compartilhe

    Darci
    Por Darci Debona
    Chapecoense perdeu para o marinheiro e segue na vice-lanterna
    Marcílio Dias venceu a Chapecoense por 1 a 0, em Itajaí, e fica em terceiro na tabela
    (Foto: )

    O Marcílio Dias venceu a Chapecoense neste domingo, por 1 a 0, no Gigantão das Avenidas e encostou nos líderes Figueirense e Brusque, todos com 10 pontos. O Marinheiro só perde no saldo de gols, que é um, contra dois do Brusque e três do alvinegro. Já a Chapecoense segue decepcionando e soma apenas dois pontos em cinco jogos, na vice-lanterna da competição. Isso que o Verdão teve algumas estreias, como zagueiro Kadu, o volante Alan Santos e o atacante Paulinho Moccelin. Este acabou expulso, junto com Medina, do Marcílio Dias.

    O primeiro tempo da partida foi de poucas chances. A primeira finalização com perigo foi apenas aos 16 minutos, quando o volante da Chapecoense, Anderson Leite, arriscou de fora da área e obrigou o goleiro Belliato a fazer boa defesa.

    Depois foi a vez de Ari Moura tentar o gol, mas errou o alvo. Belliato quase se complicou em outra finalização, de Alan Ruschel.

    O Marcílio Dias pouco chegou no gol de João Ricardo mas quando apareceu, foi com estilo. O lateral Rodrigo Ferreira acertou um belo chute de fora da área, no ângulo, abrindo o marcador.

    No segundo tempo o lateral tentou repetir a dose, mas desta vez não foi bem.

    A etapa final foi dominada pelo time visitante. Belliato foi o nome da partida. Ele salvou em chute cruzado de Yann Rolim. A Chapecoense reclamou um gol anulado de Paulinho Moccelin, mas a arbitragem marcou falta de ataque. Logo em seguida o atacante da Chapecoense fez uma falta e foi expulso. Três minutos depois o Marcílio Dias também ficou com dez, com a expulsão de Medina.

    Em cobrança de falta de Renato, Belliato mandou para escanteio. Alan Ruschel também tentou em cobrança de falta, mas a bola foi para fora. A Chapecoense insistiu mas o marinheiro resistiu e garantiu os três pontos.

    Na próxima rodada o Marcílio Dias recebe o Figueirense, sábado, 19h, em Itajaí. Já a Chapecoense pega o Criciúma, também no sábado, 17h, na Arena Condá.

    FICHA TÉCNICA

    Marcílio Dias-1: Belliato, Rodrigo Ferreira, Magrão, Wallace e Paulinho; Diego Silva, Daniel Pereira e Nathan (Carlinhos); Medina, Léo Santos (Anderson Ligeiro) e Roberto Pítio (Luiz Renan). Técnico: Moisés Egert.

    Chapecoense-0: João Ricardo, Matheus Ribeiro (Diego Torres), Kadu, Derlan e Alan Ruschel; Alan Santos (Paulinho Moccelin), Anderson Leite, Vini Locatelli e Yann Rolim (Renato); Ari Moura e Aylon. Técnico: Hemerson Maria.

    Gols: Rodrigo Ferreira (MD), aos 43 minutos do primeiro tempo.

    Arbitragem: Luiz Augusto Silveira Tisne apita a partida. Ele será auxiliado por Kleber Lucio Gil e José Roberto Larroyd. O quarto árbitro é Richard Werner Floter.

    Cartões amarelos: Nathan (MD); Kadu, Anderson Leite e Renato (C).

    Expulsões: Paulinho Moccelin (C), aos 13 minutos do segundo tempo e Medina (MD), aos 16 minutos da etapa final.

    Local: Arena Hercílio Luz, em Itajaí

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Esportes

    Colunistas