nsc
santa

Futebol 

Marcílio Dias vence Figueirense e assume a liderança em noite de festa completa em Itajaí 

Equipe de Itajaí saiu atrás, mas virou o placar. Figueirense teve chance de empate no último lance, mas amargou segunda derrota em jogo que poupou jogadores

15/02/2020 - 21h06 - Atualizada em: 15/02/2020 - 21h57

Compartilhe

Jean
Por Jean Laurindo
Marcílio Dias aproveitou força da torcida e jogadores poupados do Figueirense e venceu por 2 a 1
Marcílio Dias aproveitou força da torcida e jogadores poupados do Figueirense e venceu por 2 a 1
(Foto: )

Vitória de virada, que mantém a invencibilidade em casa, sobre uma das principais equipes do Estado, e que fez o time assumir a liderança do Campeonato Catarinense. A festa foi completa para os 4,6 mil torcedores do Marcílio Dias que foram aproveitar os embalos de sábado à noite nas arquibancadas do Estádio Dr. Hercílio Luz, em Itajaí. O Marinheiro bateu o Figueirense por 2 a 1, chegou a 13 pontos e se isolou na liderança da competição.

O atacante Pedro Lucas abriu o placar para o Figueirense, mas o meia Nathan e o zagueiro Wallace viraram o placar para o Marcílio Dias. Para a torcida alvinegra, a derrota esfriou os ânimos após as duas vitórias seguidas – pela Copa do Brasil e pelo Estadual, contra o Concórdia.

É bem verdade que o Figueirense poupou alguns jogadores, pensando no jogo decisivo de terça-feira que o Furacão tem contra o Vitória (ES), pela segunda fase da Copa do Brasil. Alemão, Lucas, Brunete, Patrick, Guilherme e Diego Gonçalves estiveram fora do time titular neste sábado - Patrick e Diego Gonçalves entraram na segunda etapa.

Esta foi a segunda derrota do Figueira na competição. Antes disso, duas semanas atrás, o Furacão havia perdido o clássico para o Avaí no Estádio Orlando Scarpelli. O resultado fez o Figueirense cair para a terceira posição na classificação do Campeonato Catarinense.

O Brusque, que estava empatado com Marcílio e Figueirense na ponta da competição com 10 pontos e ainda joga na rodada neste domingo (16), pode alcançar o Marcílio Dias no topo da tabela. Mesmo assim, o triunfo deste sábado sobre o Figueirense já fez o Marinheiro abrir três pontos de vantagem sobre o próprio alvinegro da Capital, rival direto na briga pela liderança.

O jogo

Wallace de cabeça virou o placar para os donos da casa
Wallace de cabeça virou o placar para os donos da casa
(Foto: )

Mesmo jogando fora de casa, o Figueirense começou o jogo com mais posse de bola na etapa inicial. Bem posicionado na defesa, o time de Florianópolis dominava as ações e também não dava muito espaço aos donos da casa.

Aos 13 minutos, Pereira cruzou pela direita, a bola atravessou toda a área marcilista e chegou até a segunda trave, onde o oportunista Pedro Pedro Lucas bateu de perna esquerda e abriu o placar para o Figueirense.

A partir do gol do Furacão, empurrado pela torcida e pela pressão do resultado, o Marcílio equilibrou as ações e começou a levar perigo ao gol do Figueirense. Na primeira grande chance, Anderson Ligeiro rolou para Paulinho, que foi até a linha de fundo pelo lado esquerdo e cruzou para a área. Nathan se antecipa, aparece na área antes do marcador e empurra para as redes, empatando o jogo.

No intervalo, o goleiro Sidão saiu machucado para a entrada do reserva Vitor Caetano. O segundo tempo teve muitos erros de passe e aposta das equipes na bola parada para tentar criar chances. Aos 23 minutos da etapa final, o zagueiro Wallace aproveita cobrança de escanteio, sobe mais alto que todo mundo e cabeceia para o gol, virando o placar para o Marcílio Dias.

O Figueirense tentou reagir, e chegou a levar perigo. Aos 28, Patrick fez bela triangulação e bateu da entrada da área, mas a bola passou pela direita da trave do goleiro Belliato. Com a vantagem no placar, o Marinheiro passou a administrar as ações esperando o apito final do árbitro.

A noite ainda reservou uma última cena de drama para as torcidas de Figueira e Marcílio Dias. No último lance da partida, o atacante Nicholas bateu forte, mas o goleiro Belliato fez uma bela defesa. Garantiu a vitória dos donos da casa, recebeu abraços da equipe após o apito final e assegurou a noite de festa para os torcedores de Itajaí.

Figueirense poupou jogadores e saiu derrotado
Figueirense poupou jogadores e saiu derrotado
(Foto: )

Próximos jogos

Agora líder da competição, em posição que ainda pode dividir com o Brusque caso o time do Vale do Itajaí vença o Juventus neste domingo, o Marcílio Dias volta a campo somente daqui a 15 dias, no sábado (29), fora de casa, contra o Joinville. No fim de semana de Carnaval não haverá rodada do Estadual.

Já o Figueirense volta a campo já na próxima terça-feira (18). E é jogo importante. O Furacão enfrenta o Vitória (ES), fora de casa, pela segunda fase da Copa do Brasil.

Pelo Campeonato Catarinense, o Figueira vai tentar a recuperação contra a ameaçada Chapecoense, no Estádio Orlando Scarpelli, também daqui a duas semanas, no domingo (1° de março), às 16h.

Ficha técnica

Marcílio Dias

Belliato; Rodrigo Ferreira, Wallace, Magrão e Paulinho; Diego Silva, Daniel Pereira, Nathan (Luiz Renan) e Léo Santos (Guilherme Pity); Anderson Ligeiro e Roberto Pítio (Juan Palacios).

Técnico: Moisés Egert

Figueirense

Sidão (Vitor Caetano); Kauê (Patrick), Pereira, Rony e Sanchez; Elias (Diego Gonçalves), Carlos Gabriel e Marquinho; Vitor Feijão, Nicholas e Pedro Lucas.

Técnico: Márcio Coelho.

Arbitragem: Ramon Abatti Abel, auxiliado por Alexandre de Medeiros Lodetti e Alexandre Daraio.

Cartões amarelos: Juan Palacios (M), Kauê e Elias (F)

Gols: Nathan, aos 39 do primeiro tempo, e Wallace (M), aos 23 do segundo tempo; Pedro Lucas (F), aos 13 minutos do primeiro tempo

Público: 4.607 torcedores pagantes

Local: Estádio Dr. Hercílio Luz, em Itajaí

Deixe seu comentário:

Últimas notícias

Loading interface... Todas de Esportes

Colunistas