A edição 2023 da Marejada está cancelada pela prefeitura de Itajaí. O anúncio do município foi feito na manhã desta segunda-feira (17). Em tom crítico, a administração culpa a Câmara de Vereadores por não ter aprovado o regime de urgência para a tramitação de um projeto que prevê a liberação de R$ 5 milhões para a organização da festa do pescado. O Legislativo, por sua vez, afirma que o Executivo não enviou a prestação de contas da Marejada do ano passado e, por isso, manteve a tramitação normal da proposta nas comissões.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Itajaí e região por WhatsApp

De acordo com a prefeitura, sem a aprovação do projeto para liberação dos recursos, a festa fica inviabilizada porque faltará tempo hábil para o lançamento das licitações. Como a Câmara de Vereadores está em recesso de 18 a 31 deste mês, não há como o projeto tramitar nas comissões permanentes e, portanto, ser aprovado ainda em julho. A única possibilidade, revela a própria prefeitura, seria o Legislativo convocar uma sessão extraordinária para tratar sobre o tema. A Câmara admite essa chance, mas, para isso, exige toda a documentação da prestação de contas da Marejada 2022.

Em meio ao atrito entre prefeitura e Câmara, a Marejada, pelo menos por ora, não ocorrerá em 2023.

Como foi a Marejada no ano passado

A Marejada 2022 em Itajaí foi a maior edição da festa do pescado, com 300,7 mil visitantes durante as cerca de duas semanas. A prefeitura cita um impacto financeiro de R$ 8,6 milhões do evento para o município e, na nota oficial que explica o cancelamento, informa ainda a geração de 1 mil empregos diretos em todos os setores que compõem a festa. A Marejada, vale lembrar, junto à Oktoberfest Blumenau, Oktoberfest de Itapiranga, Fenarreco, Festa do Imigrante, Agrovale, Tirolerfest e Festa do Produto Colonial, integrava o calendário das Festas de Outubro em Santa Catarina.

Continua depois da publicidade

Destaques do NSC Total