nsc
dc

Tempo

Mesmo após chuvas, cidades de SC continuam em alerta para estiagem

Estado chegou a ter 100 cidades em situação de emergência pela seca no início de junho

14/07/2020 - 17h26

Compartilhe

Lucas
Por Lucas Paraizo
Estiagem
Estiagem atinge Santa Catarina desde o início do ano
(Foto: )

A chuva que voltou a cair em Santa Catarina no fim de junho e na primeira quinzena de julho - inclusive com altos volumes durante a passagem de um ciclone pelo Estado - melhorou a situação da estiagem em várias cidades catarinenses, mas não resolveu completamente o problema.

Conforme um novo levantamento divulgado pelo Estado, 40 cidades continuam em situação de atenção, 25 em alerta e duas em estado crítico pela seca: Itaiópolis e Monte Carlo. O panorama é bem melhor que o dos boletins anteriores, mas mostra que a atenção com a estiagem ainda é necessária.

O boletim aponta que o abastecimento de água segue prejudicado principalmente em regiões rurais de SC, enquanto as áreas urbanas tiveram a situação amenizada. No começo de junho, o Estado chegou a contabilizar 100 cidades em situação de emergência pela falta de chuva.

A gerente de Fiscalização de Saneamento Básico da Aresc (Agência de Regulação de Serviços Públicos de Santa Catarina), Luiza Burgardt, afirma que "o cenário ainda é preocupante". Para ela, o volume de chuvas de junho favoreceu os mananciais e, consequentemente, o abastecimento público, mas como a chuva não foi homogênea em todas as regiões, a estiagem persiste em alguns municípios.

Para o próximo trimestre, a previsão do tempo aponta a presença de poucas chuvas para normalizar a situação, e volumes mais significativos, com distribuição maior e mais regular pelo Estado, são esperados somente para setembro.

Dicas para economizar água

– Tome banhos rápidos e feche o chuveiro ao se ensaboar;

– Feche a torneira ao escovar os dentes e ao fazer a barba;

– Não lave a louça com água corrente, abra a torneira apenas para enxaguar;

– Não use a água como vassoura. Em calçadas e áreas pavimentadas, primeiro varra a sujeira, depois lave com a utilização de um balde;

– Não use mangueira, e sim balde e pano para lavar o carro;

– Verifique se não há vazamentos na tubulação de água;

– Ligue a máquina de lavar roupas apenas quando ela estiver completamente cheia;

– Reaproveite água.

Colunistas