nsc

publicidade

Florianópolis

Ministério Público, prefeitura e polícias discutem segurança da Lagoa da Conceição

14/03/2019 - 22h06

Compartilhe

Redação
Por Redação Hora
Felipe Carneiro, DC)
(Foto: )

Ações de fiscalização dos horários de funcionamento dos estabelecimentos comerciais na região conhecida como Centrinho da Lagoa da Conceição, em Florianópolis, serão intensificadas como o objetivo de aumentar a segurança do bairro. O plano do Ministério Público de Santa Catarina é realizar operações periódicas para combater casos de perturbação do sossego na área.

O MP-SC se reuniu nesta quarta-feira (14) com representantes das Polícias Civil e Militar, da Secretaria Municipal de Segurança Pública de Florianópolis, da Câmara de Vereadores e de representantes da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) para estabelecer medidas.

Desde 2013, um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) exige que bares e restaurantes encerrem atividades às 2h, e casas noturnas, às 4h. Além do horário, os estabelecimentos também devem respeitar o tipo de venda que são autorizados a realizar, bem como as limitações relacionadas ao som. No encontro desta quarta, foi reforçado que as fiscalizações devem aumentar.

Revitalização

O Instituto de Planejamento Urbano de Florianópolis (IPUF) apresentou o projeto de revitalização da Avenida das Rendeiras. São previstas mudanças no tráfego, com o objetivo de privilegiar a locomoção à pé e de bicicletas.

Além de ciclovia e passeio público, serão feitas reformas na acessibilidade e na sinalização. Um ponto polêmico para empresários da região é a diminuição das vagas de estacionamento.

A previsão é que as obras sejam concluídas até o final deste ano. Atualmente, o projeto está em fase de licitação.

Deixe seu comentário:

publicidade