nsc

publicidade

Exonerados

Ministros do governo Bolsonaro voltam à Câmara para votar na reforma da Previdência

Onyx Lorenzoni e Marcelo Álvaro Antônio deixaram os cargos temporariamente; Tereza Cristina deve seguir o mesmo caminho 

09/07/2019 - 10h05

Compartilhe

Por Redação CBN Diário
Onyx Lorenzoni (DEM), quando estava na Câmara dos Deputados
Onyx Lorenzoni (DEM), quando estava na Câmara dos Deputados

Os ministros da Casa Civil, Onyx Lorenzoni (DEM-RS), e do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio (PSL-MG), foram exonerados dos seus cargos temporariamente para reassumirem os mandatos como deputados federais. As exonerações já foram publicadas no Diário Oficial da União. Assim, eles voltam para a Câmara e poderão apoiar o governo na aprovação da proposta sobre a reforma da Previdência, que dever começar a ser discutida na Casa nesta terça-feira (9).

Outros dois parlamentares que comandam ministérios do governo Bolsonaro são Tereza Cristina (DEM-MS), da Agricultura, e Osmar Terra (MDB-RS), da pasta da Cidadania. Cristina está em viagem ao Paraguai e deve ser exonerada quando retornar ao Brasil, ainda nesta terça-feira. Já o suplente do emedebista no Congresso é o deputado Darcísio Perondi (MDB-RS), que é favorável à reforma. Neste caso, não haveria a necessidade do ministro deixar o cargo.

Segundo Lorenzoni, o governo tem 330 votos favoráveis à reforma da Previdência. Para ser aprovada, pelo menos 308 deputados precisam dizer "sim" à proposta em dois turnos para então seguir ao Senado. Nesta segunda-feira (8), ele se reuniu com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), para tratar sobre os últimos detalhes sobre a pauta, antes dela chegar no plenário da Casa.

Deixe seu comentário:

publicidade