nsc
dc

Música

Morre João Gilberto, lenda da bossa nova, aos 88 anos 

Músico estava recluso em sua casa, no Rio de Janeiro, há alguns anos; ele deixa três filhos 

06/07/2019 - 15h59 - Atualizada em: 06/07/2019 - 16h33

Compartilhe

Por GaúchaZH
Cantor é considerado uma lenda da Bossa Nova, autor do disco Chega de Saudade, um dos principais álbuns da música brasileira
Cantor é considerado uma lenda da Bossa Nova, autor do disco Chega de Saudade, um dos principais álbuns da música brasileira
(Foto: )

Um dos músicos mais importantes da cultura nacional, João Gilberto morreu neste sábado (6), aos 88 anos, informou o jornal O Globo. A causa da morte ainda não foi confirmada.

Um dos ícones da bossa nova, responsável por revolucionar a maneira de cantar e tocar violão, ele deixa três filhos, João Marcelo, Bebel e Luisa.

A informação foi divulgada por João Marcelo Gilberto, filho do músico que mora nos Estados Unidos. A causa da morte ainda não foi divulgada.

—- Meu pai morreu. Sua luta foi nobre, ele tentou manter sua dignidade ao perder sua soberania — escreveu Marcelo, agradecendo ainda o apoio da família e de Maria do Céu, namorada do músico nos últimos anos.

Um dos ícones da bossa nova, responsável por revolucionar a maneira de cantar e tocar violão, ele deixa três filhos, João Marcelo, Bebel e Luisa.

De acordo com o colunista Guilherme Amado, da revista Época, amigos de João Gilberto informaram que ele passava por um exame quando teve complicações. O corpo deverá passar por uma autópsia.

Nascido em Juazeiro, na Bahia, em 1931, João Gilberto estreou em 1959, com o disco Chega de Saudade, que, junto aos álbuns seguintes, O Amor, o Sorriso e a Flor (1960) e João Gilberto (1961), ajudaram a criar, popularizar a internacionalizar a bossa nova.

Na última década, o músico baiano vivia recluso em sua casa, no Rio de Janeiro. Nos últimos anos, ele enfrentou um longo e árduo processo contra a gravadora Universal Music, acusada de esvaziar o patrimônio da EMI justamente para não lhe pagar os devidos créditos. Em março deste ano, o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ) confirmou a vitória do músico em segunda instância.

Acesse as últimas notícias do NSC Total

Colunistas