nsc
    hora_de_sc

    Luto

    Morre Seu Teco, figura tradicional do Maciço do Morro da Cruz em Florianópolis

    Militante pelas liberdades individuais e pela educação dos jovens da comunidade, Seu Teco faleceu nesta segunda-feira aos 85 anos

    03/08/2020 - 14h56 - Atualizada em: 03/08/2020 - 14h57

    Compartilhe

    Redação
    Por Redação DC
    Seu Teco
    Seu Teco foi responsável por grande parte dos avanços na comunidade do Monte Serrat
    (Foto: )

    Morreu nesta segunda-feira (3) em Florianópolis João Ferreira de Souza, o Seu Teco, uma das figuras mais tradicionais do Maciço do Morro da Cruz na Capital, especialmente no Monte Serrat (Morro da Caixa). Aos 85 anos, ele faleceu por causa de problemas cardíacos. O velório e o enterro ocorrem no Cemitério do Itacorubi nesta tarde.

    Seu Teco foi um dos fundadores do Centro Cultural Escrava Anastácia (CCEA) e baluarte da escola de samba Embaixada Copa Lord. Militante pelas liberdades fundamentais e um grande batalhador pela educação dos jovens negros, ele teve presença ativa em muitas das conquistas da comunidade nas últimas décadas.

    Ao lado de Darcy Vitória de Brito, fundou nos anos 1990 o Centro Cultural Escrava Anastácia, instituição que desenvolve um trabalho voltado para a educação, fortalecimento de vínculos, inserção social e laboral, assistência social, cultural e esportiva e acolhimento institucional, especialmente de jovens de bairros empobrecidos da Grande Florianópolis.

    > Conheça Seu Teco, o homem que abriu caminhos no Monte Serrat, em Florianópolis

    Ele atuou na diretoria da CCEA até os últimos dias de vida, e deixou um legado de projetos como o Rito de Passagem, Procurando Caminho e Jovem Aprendiz, desenvolvidos no contraturno escolar na sede da instituição (no bairro Balneário, região continental da Capital), além da Casa de Acolhimento Darcy Vitória de Brito para menores.

    — Ele sempre dizia que a vida só melhoraria se os jovens melhorassem e que com estudo um jovem poderia conseguir qualquer coisa. Ele, que estudou até a segunda série, tinha muito orgulho da neta que se formou e hoje é mestre em educação. Também dizia que todo jovem tinha que saber ter liderança para poder conquistar tudo para a sua comunidade e também para o mundo — relembra Ana Lucia de Brito, vice-presidente da CCEA.

    Apaixonado pelo carnaval, Seu Teco foi homenageado pela Copa Lord em uma nota divulgada nesta segunda:

    “O samba catarinense amanhece triste nesta segunda feira. Faleceu nesta manhã o Seu Teco, um dos baluartes da nossa escola, devido a problemas do coração. A SRCS Embaixada Copa Lord, vem desejar que Deus conforte o coração de toda a sua família. Estes são os pêsames de toda Diretoria e nação copalordense”.

    O Conselho Estadual das Populações Afrodescendentes de Santa Catarina também emitiu uma nota de pesar:

    “Seu Teco dedicou sua vida às questões dos Direitos Sociais, com vistas à conquista da cidadania, dos moradores do Maciço e das Populações Negras ali residentes. Ele se revelou como um dos mais destacados Delegados do Orçamento Participativo da Capital. Também auxiliou, com outras lideranças locais sob a Coordenação do Padre Vilson Groh, um intenso Programa de Atenção à Juventude".

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Cotidiano

    Colunistas