nsc
dc

Feminicídio

Mulher é morta a golpes de facão em Irani e polícia procura suspeito do crime

Crime aconteceu na noite deste domingo e suspeito ainda não foi localizado pela polícia

18/11/2019 - 17h12 - Atualizada em: 18/11/2019 - 17h14

Compartilhe

Darci
Por Darci Debona
Karine Cavalli, 29 anos
Karine Cavalli, 29 anos
(Foto: )

O homem de 61 anos suspeito de matar a ex-companheira, Karine Cavalli, 29 anos, não havia sido localizado pela polícia até a tarde desta segunda-feira (18). O crime aconteceu na noite deste domingo em Irani, no Oeste de Santa Catarina. A mulher foi morta com golpes de facão no braço e na cabeça.

De acordo com informações da Polícia Militar (PM), ele não aceitava o fim do relacionamento e já teria feito ameaças. O homem teria ido até a casa da ex-sogra, no bairro Nossa Senhora Aparecida, onde Karine estava, munido de um facão. Ela tentou fugir para dentro da residência, mas o agressor foi atrás dela.

O namorado da filha mais velha da mulher tentou impedir, porém foi agredido e acabou ferido no braço ao tentar se defender. Karine foi morta num dos quartos da casa com golpes de facão no braço e na cabeça.

Os Bombeiros Voluntários chegaram socorrer a vítima, mas ela não resistiu aos ferimentos e morreu ao dar entrada no Pronto Atendimento de Irani. Ela deixa três filhas, todas menores de idade.

O delegado da Polícia Civil de Concórdia, Rogério Taques, investiga o caso e diz que as informações iniciais são de que se trata de um feminicídio.

Leia também

Ex-companheiro é suspeito de matar mulher no Sul de SC

Número de feminicídios em 2019 em SC é igual ao total do ano passado

Mulher é vítima de feminicídio em São Francisco do Sul, diz polícia

Como pedir ajuda: conheça serviços que atendem vítimas de violência doméstica em SC

Ainda não é assinante? Assine e tenha acesso ilimitado ao NSC Total, leia as edições digitais dos jornais e aproveite os descontos do Clube NSC.

Deixe seu comentário:

Últimas notícias

Loading interface... Todas de Polícia

Colunistas