nsc

publicidade

Washington

Mulher reencontra a filha que pensava estar morta há 69 anos

11/12/2018 - 19h01

Compartilhe

Por AFP

Uma mulher americana de 88 anos reencontrou a filha que acreditava ter nascido morta há 69 anos, noticiou o The New York Times.

Genevieve Purinton, de Tampa, Flórida, reuniu-se com a filha de 69 anos com Connie Moultroup de Richmond, Vermont, pela primeira vez este mês, segundo o jornal.

Purinton tinha 28 anos e era solteira quando deu à luz uma menina em Gary, Indiana. "Disseram-me que era uma menina, mas que tinha morrido", disse ao Times.

De acordo com o jornal, um médico do hospital em que Purinton deu à luz organizou a adoção da menina.

A filha conseguiu chegar à mãe após fazer um exame de DNA no site Ancestry.com e viajou para a Flórida este mês para conhecê-la.

"Não está morta", disse Purinton quando se reencontraram.

"Foi muito emocionante", disse a filha. "Estava tão feliz em me ver".

* AFP

Deixe seu comentário:

publicidade